Pravda.ru

Notícias » CPLP


Exército garante avanço no Projeto São Francisco

04.02.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Brasil: O ministro da Defesa, Nelson Jobim, vistoriou também dois canteiros de obras do Exército no Projeto São Francisco, como parte da inspeção de obras da engenharia da Força realizada nos dias 28 e 29 de janeiro. As obras estão a cargo do 1º Grupamento de Engenharia de Construção no Nordeste.


O Projeto São Francisco prevê a integração das águas do maior rio nordestino a diversos açudes e rios da região, muitos dos quais só têm água em períodos de chuva. O objetivo da obra é perenizar essa malha de rios e reservatórios, com a transferência de 16,4 metros cúbicos por segundo de água do São Francisco. Esse volume equivale a apenas 1,4% da água que passa pelo rio, e permitirá que adutoras, projetadas ou já em construção, abasteçam 12 milhões de pessoas de 391 pequenas, médias e grandes cidades de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.


A participação inicial do Exército está orçada em R$ 123,6 milhões. Da mesma forma que ocorreu nas obras da BR 101- Nordeste, a Força entrou para agilizar as obras, enquanto se resolviam pendências com empreiteiras privadas candidatas a atuar no empreendimento. Em um dos canteiros (Eixo Leste), o Exército está fazendo a parte inicial da obra, o canal de captação que levará águas da barragem de Itaparica (BA/PE) até a primeira das seis estações de bombeamento, que elevarão as águas a sucessivos reservatórios. Também está preparando a primeira dessa série de represas, a Barragem de Areias. A empreitada começou em maio de 2007 e está prevista para ser encerrada em março de 2010.


A segunda frente (Eixo Norte) prevê também o canal de aproximação, que levará águas do rio S. Francisco à primeira estação de bombeamento e em seguida à Barragem de Tucutu, também em construção pelo Exército. Da mesma forma que ocorreu com as estradas, o Exército tem sido instrumento de manutenção do cronograma da obra do projeto São Francisco, atuando em áreas onde problemas envolvendo construtoras civis impediram o avanço do projeto.


"Essa é uma obra importante, que está trazendo o futuro para o presente. Embora tenha muita gente que queira que o passado continue sendo presente. A obra tem essa qualidade, é um avanço para fazer com que um certo número de pessoas, numa área imensa, possa ser qualificada com área produtiva", avaliou Jobim.


Mais informações sobre :
-Participação do Exército no Projeto S. Francisco:
http://www.1gec.eb.mil.br/
- Projeto S. Francisco (Projeto global):
http://www.integracao.gov.br/saofrancisco/

Fonte: Ministério da Defesa

 
2731
Loading. Please wait...

Fotos popular