Pravda.ru

Notícias » CPLP


Verdes Saúdam Dia Mundial das Zonas Húmidas

02.02.2019 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Verdes Saúdam Dia Mundial das Zonas Húmidas. 30372.jpeg

Verdes Saúdam Dia Mundial das Zonas Húmidas

 

Celebra-se sábado, dia 2 de fevereiro, o Dia Mundial das Zonas Húmidas, dia em que foi adotada a Convenção de Ramsar, em 1971, para as Zonas Húmidas e que, sendo o primeiro tratado internacional sobre Conservação da Natureza, pretende o compromisso dos estados signatários para a preservação destas áreas essenciais para a proteção da fauna e da flora, para o equilíbrio dos ecossistemas, fundamentais para a manutenção do equilíbrio climático.

Portugal assinou a Convenção em 1980 e atualmente tem identificadas e classificadas 31 Zonas Húmidas, ao abrigo da Convenção de Ramsar, que representam cerca de 132.500ha do nosso território.

Estas zonas, como as reservas naturais dos estuários do Tejo e do Sado, o Paúl do Boquilobo, a Lagoa de Albufeira, as lagoas de São Miguel ou o Ilhéu das Formigas (18 em Portugal continental e 13 nos Açores) têm um papel fundamental na proteção contra cheias, nas recargas das reservas subterrâneas de água, na absorção e captura do carbono atmosférico. Constituem-se ainda como locais fundamentais para a proteção e desenvolvimento da fauna, nomeadamente aves, répteis e anfíbios, espécies extremamente sensíveis, e da flora. São muito importantes na regulação do ciclo hidrológico.

Em Portugal, as zonas húmidas, apesar da sua importância, são muito descuradas, estando em constante ameaça por diversas atividades conflituosas como a agricultura intensiva, a construção, quer de infraestruturas viárias quer de zonas urbanas, a contaminação por águas residuais ou produtos fitossanitários, o turismo massificado, etc.

Em particular, as charcas temporárias, ecossistemas extremamente vulneráveis à alteração dos solos, às práticas intensivas agrícolas e às alterações climáticas, requerem uma redobrada atenção, que a frágil estrutura governamental para a Conservação da Natureza não consegue assegurar.

Neste Dia Mundial das Zonas Húmidas, Os Verdes reiteram um dos compromissos assumidos na sua 14ª Convenção, ocorrida nos passados dias 17 e 18 de novembro, de eleger a proteção e valorização da biodiversidade como um dos 5 eixos prioritários da intervenção Ecologista.

Neste sentido, Os Verdes irão continuar a trabalhar tendo em vista o continuado reforço dos meios técnicos e humanos do ICNF, depois de termos conseguido duplicar o número de vigilantes da natureza durante esta legislatura.

 

Neste que é também o Dia Nacional do Vigilante da Natureza, Os Verdes reafirmam a importância de entender a conservação da Natureza como uma área prioritária de intervenção do Governo.

Aproveitamos ainda para saudar o Corpo Nacional de Guardas e Vigilantes da Natureza neste seu dia, que se encontram reunidos na ilha Terceira no seu 22º Encontro Nacional. Corpo que tem sido vital na preservação do nosso património natural e a quem o país muito deve.

 

 

O Partido Ecologista "Os Verdes"

Foto: By Boréal - Own work, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=6911882

 

 
4014
Loading. Please wait...

Fotos popular