Pravda.ru

Notícias » CPLP


Saúde visita 400 residências e remove 6 ton de resíduos

01.02.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

As ações de combate à dengue na região Leste da cidade, nesta segunda-feira, dia 25 de janeiro, resultaram na retirada de pelo menos 6 toneladas de resíduos que poderiam se transformar em criadouros do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da doença. Além disso, cerca de 400 residências foram visitadas pelas equipes do Sistema Único de Saúde (SUS) pelos cerca de 40 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Campinas.

De acordo com os técnicos da SMS, as ações realizadas nesta segunda na região, coberta pela Vigilância em Saúde (Visa) Leste, incluem o “arrastão”, operação em que as equipes, com apoio de um caminhão, percorrem ruas e terrenos baldio para recolher entulhos e resíduos e, ainda, a operação “casa em casa”, em que os profissionais visitam as residências e demais imóveis.

De acordo com a Secretaria da Saúde, em janeiro de 2010 foram registrados em Campinas seis casos importados (pessoas que pegaram dengue em outros municípios) e quatro casos autóctones (transmissão ocorrida na cidade). Campinas registrou, no ano passado, 189 casos autóctones de dengue. Em 2008, foram 259.

Somente na região do Centro de Saúde (CS) São Quirino trabalharam 16 profissionais. Outros 12 na área do CS Costa e Silva e quatro na área do Centro de Saúde da Vila 31 de Março. Além disso, outra parte da equipe da Visa Leste atuou na área do CS Centro. Na próxima segunda-feira (1º/2), novamente serão visitados bairros da área do Distrito de Saúde Leste.

Diariamente a Secretaria de Saúde de Campinas, por meio do Programa Municipal de Controle da Dengue, da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), desencadeia uma série de ações de combate à dengue em todas as regiões da cidade. Além disso, as unidades da Secretaria Municipal da Saúde acolhem e realizam diagnóstico para pessoas que apresentam suspeita de dengue.

Nesta terça-feira, dia 26, com dois caminhões e ajudantes, a equipe do SUS percorre as ruas do Distrito Noroeste, a partir das 8h30. Na quarta-feira (27), trabalho semelhante é realizado na Região Sudoeste, também a partir das 8h30. Na quinta-feira (28), na Região Norte de Campinas, serão percorridas ruas de bairros atendidos pelos Centros de Saúde do Jardim Eulina, Jardim São Marcos e do Centro de Saúde da Vila Padre Anchieta.

Na sexta-feira, dia 29, será a vez dos bairros da região atendidas pelos Centros de Saúde do Distrito de Saúde Sul. A operação "arrastão" acontece nas áreas dos Centros de Saúde Campo Belo, Carvalho de Moura e São José.

Precaução

Para tomar medidas preventivas contra a proliferação do mosquito da dengue, a melhor atitude é identificar e combater os focos de acúmulo de água. Esses locais são propícios para a criação e reprodução do mosquito transmissor da dengue. Além das ações do poder público, o combate à dengue depende da mobilização da sociedade e das medidas preventivas que cada cidadão pode tomar.

O Ministério da Saúde recomenda que, para impedir a chegada da doença, a população não deve deixar a água da chuva acumular sobre as lajes das casas e, se a pessoa não colocou a areia e acumulou água no pratinho da planta, lavá-lo com escova, água e sabão e fazer isso uma vez por semana. Entre outras recomendações, manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance de animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana.

O Ministério da Saúde também recomenda remover folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas, manter a caixa d’água completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito, jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias etc, manter bem tampados os tonéis e barris de água e, se a pessoa tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso principalmente por dentro, com escova, água e sabão pelo menos uma vez por semana.

Os técnicos do SUS orientam a população a lavar, principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes e outros vasilhames, encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta, colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada. Não jogue lixo em terrenos baldios e lavar semanalmente, por dentro com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água.

Secretaria da Saúde

 
4502
Loading. Please wait...

Fotos popular