Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Farc: A Colômbia não será a mesma depois de um acordo de paz

15.08.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Farc: A Colômbia não será a mesma depois de um acordo de paz. 20721.jpeg

O líder máximo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia - Exército do Povo (Farc - EP), Timoleón Jiménez, manifestou sua convicção de que a Colômbia não continuará sendo a mesma depois da assinatura de um acordo de paz. "Estamos convencidos de que iremos adiante, afirmou em artigo datado de 8 de agosto nas montanhas da Colômbia, divulgado neste sábado (9). 

Nisso somos diferentes dos nossos adversários, que pretendem apenas eliminar-nos para não mudar nada, para que tudo continue como está, assinalou o líder guerrilheiro."Nós não chegamos a uma mesa de diálogos porque estivéssemos derrotados ou desencantados", sublinha o texto.

Fizemos isso porque sempre acreditamos nos caminhos civilizados e em que é possível alcançar, com o apoio das grandes maiorias colombianas, acordos dignos que se fundamentem, por uma razão elementar, na proscrição bilateral da violência".O líder guerrilheiro rechaçou a postura da chamada grande imprensa aliada dos consórcios do capital segundo a qual, "as guerrilhas são as responsáveis pela longa confrontação e as verdadeiras e únicas responsáveis por todos os horrores ocorridos durante seu transcurso".

Rechaçamos de pronto, "por ser contrária à realidade histórica, a ideia de que a classe dominante colombiana, seus partidos políticos tradicionais ou suas misturas de hoje, seus governos, o Estado como tal, os grupos econômicos, têm as mãos limpas do sangue do povo colombiano", agrega.Os verdadeiros autores e responsáveis pelos horrores deste longo conflito são eles, reiterou."Se eles decidiram ingressar no caminho dos diálogos foi com o propósito de obter na mesa de conversações a vitória que lhes foi negada durante meio século nos campos de batalha" O líder máximo das Farc ressaltou a disposição dessa força guerrilheira de explicar tudo o que for necessário e assumir as consequências. 

Prensa Latina

http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=b57532bada44706da665a55d2ce2011e&cod=14168

 
2504
Loading. Please wait...

Fotos popular