Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Terroristas perdem capacidade de avanço frente à ofensiva síria

12.11.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Terroristas perdem capacidade de avanço frente à ofensiva síria. 23233.jpeg

Damasco, (Prensa Latina) A ofensiva militar conjunta realizada pelo exército sírio e a aviação russa continua hoje tendo sucesso e mantém na defensiva os grupos terroristas, que perderam capacidade de avanço nas últimas semanas.

Na província de Deir Ezzor, a 461 quilômetros ao leste desta capital, a aviação militar conjunta sírio-russa atacou posições da organização terrorista Estado Islâmico (EI), nos povoados da Al-Yafra e Al-Mreiyia, e bombardeou um acampamento rebelde em Huaiyat al-Mreiyia, provocando a morte de 29 extremistas armados.

Por sua vez, unidades de infanteria do exército destruíram um posto de telecomunicações do EI em Al-Hissan, eliminando todos os takfiristas que ali estavam, além destruir sete veículos de artilharia.

Também foi destruída uma fábrica de projéteis e artefatos explosivos do grupo EI na localidade de Hatla, enquanto várias tentativas de infiltração em alguns bairros da importante cidade de Deir Ezzor foram frustradas, principalmente nas regiões de Al-Huaika, Al-Rashidiya e Al-Ybeila.

Na província de Daraa, 103 quilômetros ao sul daqui, foi eliminado um grupo terrorista que se mantinha atrincheirado nas imediações de uma escola na localidade de Zannubya, em Daraa al-Mahatta.

Informou-se também que no nordeste desta província ao sul, os militares aniquilaram um veículo de articulharia localizado próximo à ponte Al-Garyat, a cerca de 20 quilômetros do povoado de Gerbet Gazala, enquanto na localidade de Ataman, atacaram acampamentos da Frente Al-Nusra, braço armado da Al Qaeda na Síria.

Em resposta ao avanço do exército e das milícias populares, os grupos takfiristas que operam no povoado de Salmin atacaram com morteiros a população civil da cidade de Al-Sanamin, causando severos danos materiais em veículos e moradias.

Mais ao norte, na província de Hama, a 209 quilômetros ao nordeste de Damasco, a aviação militar bombardeou refúgios e posições fortificadas do autoproclamado Exército da Conquista (Jaish Al-Fatah) nos povos de Latmin e Al-Sayad, no distrito de Kafarzita, situado ao norte desta província.

Em Alepo, a 350 quilômetros ao nordeste desta capital, registraram a morte de mais de 40 extremistas armados em confrontos com o exército, entre eles quatro líderes dos grupos terroristas Movimento Islâmico dos Livres do Levante (Ahrar al-Sham), Brigada de Omar al-Faruk e Frente Al-Nusra.

Outras ações combativas aconteceram na província de Homs, a 162 quilômetros ao leste daqui, onde 25 armados antigovernamentais foram eliminados na localidade de Mehin, além de seis veículos blindados equipados com metralhadoras pesadas.

Na periferia desta capital mantêm-se os combates contra os grupos armados, e o exército recuperou o controle das montanhas de Al-Mashtal e Al-Zerae, além de vários edifícios na região de Harasta, a cerca de 12 quilômetros do centro da capital.

Como apoio à ofensiva terrestre do exército sírio, a aviação militar russa continua atacando objetivos terroristas em vários pontos do país e até o momento acumula 1.631 voos de combate contra 2.084 posições dos grupos Estado Islâmico e da Frente Al-Nusra, entre outras.

Em consequência destes ataques precisos dos aviões de ataque russos, foram destruídos 287 postos de comando dos jihadistas, 52 acampamentos de seu treinamento, 40 fábricas e oficinas de bombas e mísseis, bem como em torno de 155 armazéns de armas e munições.

Original

 

 
4277
Loading. Please wait...

Fotos popular