Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Reflexão: Previdência Social

12.10.2010 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Pages: 12

Autor: Andrei Pleshu, filósofo romeno.

“No Brasil, ninguém tem a obrigação de ser normal. Se fosse só isso, estaria bem. Esse é o Brasil tolerante, bonachão, que prefere o desleixo moral ao risco da severidade injusta. Mas há no fundo dele um Brasil temível, o Brasil do caos obrigatório, que rejeita a ordem, a clareza e a verdade como se fossem pecados capitais. O Brasil onde ser normal não é só desnecessário: é proibido. O Brasil onde você pode dizer que dois mais dois são cinco, sete ou nove e meio, mas, se diz que são quatro, sente nos olhares em torno o fogo do rancor ou o gelo do desprezo. Sobretudo se insiste que pode provar”.

Fico pasmo e perplexo com a quantidade de bobagens circulando pela internet. Sem dúvida está se tornando a maior lixeira do saber e do conhecimento da história da humanidade.

Em vista do acima exposto gostaria de saber da autora qual a fonte de informação da excrescência econômica abaixo colocada:

“Enquanto a despesa média por aposentado e pensionista do setor público é de R$ 50 mil/ano, o trabalhador privado custa, em média, R$ 1.580/ano (dados de 2009) (para o INSS)" .

Abaixo informações do último (2008) Anuário da Previdência Social divulgado pelo Ministério da Previdência:

Em 2008 a receita previdenciária dos 1.147.840 servidores ativos do governo federal, parte patronal e desconto dos inativos foi de R$ 8,2 bilhões. A despesa previdenciária dos 1.060.881 servidores inativos e pensionistas, com salário médio mensal de R$ 4.964,43, foi de R$ 63,2 bilhões, fazendo com que o resultado previdenciário fosse negativo em R$ 55,0 bilhões (1,83% do PIB).

Em 2008 a receita previdenciária dos 2.724.556 servidores ativos dos governos estaduais, parte patronal e desconto dos inativos foi de R$ 26,1 bilhões. A despesa previdenciária dos 1.634.409 servidores inativos e pensionistas, com salário médio mensal de R$ 2.641,11, foi de R$ 51,8 bilhões, fazendo com que o resultado previdenciário fosse negativo em R$ 25,7 bilhões (0,85% do PIB).

Em 2008 a receita previdenciária dos 2.250.258 servidores ativos dos governos municipais, parte patronal e desconto dos inativos foi de R$ 13,2 bilhões. A despesa previdenciária dos 558.521 servidores inativos e pensionistas, com salário médio mensal de R$ 1.700,92, foi de R$ 11,4 bilhões, fazendo com que o resultado previdenciário fosse positivo em R$ 1,8 bilhão (0,06% do PIB).

Em 2008 a receita previdenciária pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS) foi de R$ 162,0 bilhões em contribuições de empresas e parte patronal de algumas prefeituras (11,9 milhões de contribuintes) e de empregados e autônomos ativos da iniciativa privada e de empregados de algumas prefeituras (53,7 milhões de contribuintes). A despesa previdenciária dos 22,4 milhões de aposentados e pensionistas, com salário médio de R$ 715,30, foi de R$ 195,4 bilhões, fazendo com que o resultado previdenciário fosse negativo em R$ 33,4 bilhões (1,11% do PIB).

Considerando apenas a previdência da União e do RGPS (INSS) os números divulgados pela STN (valores) e MP (Quantitativo) com base em agosto de 2010 são como segue:

Previdência Social - União e INSS

Com base nos números conhecidos até agosto de 2010 a previsão do déficit previdenciário pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS) é de R$ 33,2 bilhões (0,99% do PIB) e a previsão do déficit previdenciário do setor público federal pelo Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) é de R$ 51,4 bilhões (1,54% do PIB), totalizando no ano 2010 previsão de déficit previdenciário de R$ 84,6 bilhões (2,53% do PIB).

Com base nos números conhecidos até agosto de 2010 a previsão da receita previdenciária pelo Regime Geral de Previdência Social (RGPS) é de R$ 204,8 bilhões (6,13% do PIB) em contribuições de empresas e parte patronal de algumas prefeituras (11,9 milhões de contribuintes) e de empregados e autônomos ativos da iniciativa privada e de empregados de algumas prefeituras (53,7 milhões de contribuintes). A previsão de despesa previdenciária dos benefícios dos 23,7 milhões de aposentados e pensionistas, com salário médio de R$ 1.085,40, é de R$ 238,0 bilhões (7,12% do PIB), fazendo com que a previsão do resultado previdenciário seja negativo em R$ 33,2 bilhões (0,99% do PIB).

 
Pages: 12
7119
Loading. Please wait...

Fotos popular