Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Evo freou saque sistemático

11.11.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Evo freou saque sistemático. 21126.jpeg

No livro Bolívia: Democracia e Revolução, o professor de história da USP (Universidade de São Paulo) Everaldo Andrade analisa como movimentos sociais bolivianos buscaram alternativas democráticas durante o período da ditadura militar no país (1964-1982). Para o pesquisador, de meados do século XX até o governo do presidente Evo Morales, "a defesa da nação e dos recursos naturais em favor da população foi o fio condutor das lutas populares na Bolívia".

Dodô Calixto | Opera Mundi


Leia mais: Excluídos da eleição brasileira, 40 mil votam em SP para presidente da Bolívia no domingo
"Ao longo do século XX, o que ocorreu na Bolívia foi um saque sistemático das riquezas do país - que se tornou um dos mais pobres do continente mesmo com grande riqueza natural. Assim como os movimentos sociais que lutaram pela democracia no país durante a ditadura, a ascensão de Evo Morales busca a retomada dos recursos naturais e da riqueza nacional em favor da população", afirma.


Para Everaldo Andrade, Evo Morales retoma luta de movimentos sociais pelos recursos naturais do país
Everaldo Andrade também analisa como movimentos populares construíram órgãos de democracia direta em 1971, quando o país viveu uma nov fase de abertura política e mobilização popular com a "Comuna de La Paz", mesmo durante o governo militar.


"Estudantes, trabalhadores e camponeses construíram alternativas de democracia direta em meio à ditadura militar. Esse movimentou ficou conhecido como 'Comuna de La Paz'. Com assembleias populares, eleições de delegados e outros mecanismos construíram alternativas para sair da escuridão da ditadura militar", diz.
Assista à entrevista de Everaldo Andrade: "temos uma visão muito fechada do que é o movimento militar na América Latina. O general Juan Jose Torres foi apoiado em 1970 pelo sindicato dos trabalhadores bolivianos e adotou medidas populares em defesa da nação boliviana", analisa.


Bolívia: Democracia e RevoluçãoEditora: AlamedaNúmero de Páginas: 340Preço: R$48,00Compre online na loja Alameda Editorial
http://www.patrialatina.com.br/editorias.php?idprog=ab51d7a8e04f1b4c88439526b107c768&cod=14582

 
2649
Loading. Please wait...

Fotos popular