Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Potencial do Agronegócio

10.03.2009 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

O agronegócio brasileiro tem grande potencial de crescimento nos próximos dez anos, puxado pelo complexo soja, milho, trigo, etanol, leite e carnes. Segundo o coordenador-geral de Planejamento Estratégico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Garcia Gasques, o aumento da demanda interna e a carência de áreas agricultáveis em outros países vão impulsionar o setor.


Gasques afirma que os baixos estoques mundiais de alimentos, a crescente urbanização e o aumento da classe média mundial criam condições favoráveis para que países como o Brasil ocupem espaço. Os dados constam da atualização das projeções para o agronegócio até 2018/2019 elaborado pela Assessoria de Gestão Estratégica do Mapa.


De acordo com o estudo, em dez anos, as exportações brasileiras de carne bovina representarão 61% do mercado mundial. A carne de aves abastecerá 90% do comércio mundial e a suína, 21%. "Os resultados indicam que o País manterá a liderança no mercado internacional de carnes", avalia Gasques.


A produção de soja, milho, trigo, arroz e feijão deverá crescer 40 milhões de toneladas em 2019, em relação ao período 2007/2008, que foi de 140 milhões de toneladas. A produção das carnes (bovina, suína e de aves) terá acréscimo de 51% em relação a 2008, ou 12,6 milhões de toneladas. Outros produtos com expectativa de crescimento em comparação a 2008 são o açúcar, com incremento de 15,4 milhões de toneladas, o etanol, com mais 37 bilhões de litros, e o leite, com acréscimo de 9 bilhões de litros.


A pesquisa indica também crescimento de produtividade maior do que a expansão da área agrícola. "No total das lavouras analisadas, o Brasil deverá ter aumento de 15,5 milhões de hectares na área cultivada", calcula Gasques. A soja cresce cerca de 5,2 milhões de hectares em relação a 2007/2008, o milho, 1,8 milhão de hectares, e a cana, perto de seis milhões. O café deve sofrer redução de área.


Safra de grãos - Após cinco meses de quedas consecutivas, a produção de grãos no Brasil voltou a crescer. O sexto levantamento da safra 2008/2009, divulgado nesta segunda-feira (9) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), mostra que o País vai colher 135,32 milhões de toneladas, crescimento de 0,47% em relação à pesquisa do mês passado. Mesmo com esta recuperação, a projeção é 6,1% menor do que a do ciclo anterior.


O incremento nesta edição, em relação ao quinto estudo, está na segunda safra de feijão (safra da seca), que passou de 1,41 para 1,55 milhão de toneladas (+9,9%) no arroz, de 12,35 para 12,52 milhões toneladas (+1,3%) na soja, de 57,21 para 57,63 milhões toneladas (+0,7%) e no milho total, de 50,30 para 50,37 milhões toneladas (+0,1%).


A área total do plantio de grãos será de 47,68 milhões de hectares, 0,5% maior que na safra passada. Entre as lavouras que ganharam espaço estão o feijão (3,99 para 4,17 milhões hectares) e o arroz (2,87 para 2,89 milhões hectares).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

 
3157
Loading. Please wait...

Fotos popular