Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Xi e Putin saúdam marinheiros chineses e russos

10.02.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Xi e Putin saúdam marinheiros chineses e russos. 19770.jpeg

Xi e Putin saúdam marinheiros chineses e russos que fazem a escolta do transporte das armas químicas sírias

Legenda: Os presidentes Xi Jinping e Vladimir Putin participam de videoconferência com os comandantes dos navios russos e chineses que fazem a escolta do transporte de armas químicas sírias (6/2/2014, Sochi, Rússia).

SOCHI, Rússia - O presidente chinês Xi Jinping e o presidente russo Vladimir Putin participaram, na 5ª-feira, de videoconferência com os comandantes a bordo dos navios de seus respectivos países que estão fazendo a escolta das armas químicas da Síria, que estão sendo transportadas.

Comentando com Xi e Putin a missão que cumprem no Mar Mediterrâneo, os comandantes disseram que já completaram duas missões de escolta, em íntima colaboração, e que estão a postos e preparados para a próxima missão.

Xi cumprimentos os comandantes pelo sucesso de seu trabalho e encorajou-os a completar a missão a eles atribuída pela ONU e assim contribuir para a remoção dos estoques químicos da Síria, sempre com vistas a uma solução pacífica para a crise na Síria.

Na ocasião dos eventos festivos dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi e do Festival da Primavera na China, Xi apresentou votos de boas festas a todos os membros das tripulações e suas famílias, em nome do governo e do povo da China.

Putin, por sua vez, também enviou votos de sucesso às tripulações embarcadas, lembrando que muitos confiam neles para a grande tarefa de salvaguardar o processo de destruição das armas químicas sírias.

Ambos os países, Rússia e China são ativos defensores de um acordo político para superar a crise síria - disse Putin -, que manifestou a confiança de que os navios de guerra envolvidos nessa missão levarão a bom termo a missão e assim colaborarão para manter a segurança global e regional.

Para viabilizar a implementação da Resolução n. 2.118 da Organização para a Proibição de Armas Químicas, que tem a aprovação do governo sírio, para destruição das armas químicas sírias, China, Dinamarca, Noruega e Rússia constituíram uma escolta naval para proteger o transporte das armas químicas. Nessa escolta, as naves chinesas e russas estão agrupadas num único bloco.


7/2/2014, Xinhuanet, China (de Sochi)
http://news.xinhuanet.com/english/china/2014-02/07/c_133095797.htm

 
2986
Loading. Please wait...

Fotos popular