Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Estão a gozar com o Zé...

08.11.2015 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Estão a gozar com o Zé.... 23210.jpeg

Estão a gozar com o Zé...

É tanta a informação contraditória e alarmista, que o Zé já não sabe o que está certo e o que está errado a respeito do comer e de outras coisas... Já não lhe bastam as notícias do país, em que os políticos desdobram-se em explicações sobre o sentido do seu voto, que só ele sabe em quem votou e porquê, e da estranja, onde cada vez mais a malta se mata por tudo e por nada..., para agora vir uma o tal de OMS dizer-lhe o que deve ou não comer... Ele que gosta de um bifinho tenro e suculento, coisa cada vez mais rara, ou de umas ricas morcelas da tia Deolinda, lá das Capelas, acompanhadas com belas rodelas do verdadeiro ananás de São Miguel, que tal manjar dos deuses, segundo os especialistas da ONU, mata um homem de cancro... Pior é que ele não percebe patavina do tal do cólon-recto, onde o dito se desenvolve... Até lhe parece outra coisa... Mas vamos lá.

Passados poucos dias, ainda aturdido pelo impacto do aviso cancerígeno, no Telejornal, que ele não perde pitada, nem este, nem o Futebol, que é a sua maior paixão, que o leva por vezes a ter umas escaramuças com o seu primo irmão Jacinto... espetam-lhe com a notícia de que ele come peixe de mais e por isso, é culpado pela falta de pescado nos mares... Nessa altura o Zé, que é batido na vida de mar, onde só pesca com anzol, franziu o sobrolho e comentou com os seus botões: será que os gajos contaram com o desperdício que todos os santos dias, por falta de tamanho e da tal qualidade que Bruxelas exige, se deita ao mar? Ora, ora! Então em que ficamos? Se comemos carne vermelha - se calhar devia ser verde ou outra cor qualquer para não se confundir com o Benfica, morremos de cancro; se comemos umas sardinhazitas grelhadas, acompanhadas com uma salada farta, que agora nem por um canudo se vêem... e se estivermos no Verão "custam os olhos da cara", os olhos que a terra há-de comer, o Zé pode ir parar à cadeia...

Não há muito tempo, o Zé ouviu também que o leite da vaquinha também tem moléstia para a saúde, bem como o queijo, que ele tanto gosta, de preferência do Pico, para degustar com o bom tinto do Alentejo. Lembrou-se das campanhas de angariação de leite para as crianças pobres de África, que o padre da sua Freguesia tem pedido para as "pobrezinhas de Deus"... Será que sem querer andamos a matar crianças africanas subnutridas? Que maldade!!! Que Deus nos perdoe, por que o fazemos com boa intenção...

O Zé lembrou-se também, que no seu tempo de criança, ouviu falar que amamentar deformava as maminhas das jovens mães e toca destas, preocupadas com a sua imagem, pedir aos médicos para lhes secar o leite, o mesmo que hoje até se recomenda, para que os bebés cresçam sadios como os marrãozinhos da minha porca bimba, que tenho nos fundos do quintal, que prefere a lavagem gorda e farta da cozinha, à mistura com umas verduras da horta, que a tal da ração "processada". Depois, claro, o médico lá receitava o "milagroso leite em pó", processado industrialmente, aquele que por acaso tinha um ninho no rótulo, de uma marca famosa da riquíssima Suíça... Depois dizem que só estão preocupados com a saúde humana...

Um sobrinho do Zé, rapaz espigadote e muito dotado nas artes do computador, ofereceu-se para confirmar num tal de Google o que o seu tio ouviu no café da Freguesia, sobre a saúde dos vegetarianos. Parece que os tipos têm uma saúde de ferro e que "morrem saudáveis" de velhos, comendo apenas vegetais e grãos... Ficou a saber que afinal eles também morrem do tal cancro no cólon-recto e que para não sofrerem de anemia - a carne, além das proteínas, contém ferro indispensável ao combate da anemia -, têm que comer alimentos enriquecidos, "industrialmente", com Vitamina B12!!! Pensou cá com os seus botões: "Ora bolas para quê a tal de dieta "verde"?! Prefiro continuar com os bons torresmos conservados em banha num pote de barro lá de casa e uns chicharritos fritos em azeite, degustados com a boa pimenta da terra, e um ou dois meios de "vinho de cheiro" da Caloura". O sobrinho do Zé foi mais longe na pesquisa...

Descobriu algures que há 500 mil anos, a escassez de proteína animal levou o homo erectus, nosso parente ancestral que vivia no Sudeste de África, a migrar para "as sete partidas do Mundo" em busca de caça, dando origem à longa marcha da Humanidade pela conquista do Planeta e que, 200 mil anos depois, já conhecedor do fogo, usava de estratégias elaboradas para capturar e abater os grandes mamíferos. Mas se ainda o tio Zé tinha dúvidas, porque dá para duvidar destas coisas da História, pois não havia lá nenhuma equipa de reportagem para filmar... acrescentou que actualmente todos os povos nativos existentes em África, na Ásia e na América do Sul, mantêm uma dieta tradicionalmente rica em proteína animal, quer de mamíferos, quer de peixes. Mais, como o rapaz é muito perspicaz, foi ao fundo da questão. Revelou ao tio Zé, já de olhos bem arregalados de espanto perante tanta sabedoria, que as verduras, os legumes, os grãos, bem como a domesticação de animais para o trabalho e a alimentação, são uma criação do homem, alcançada depois de inúmeras tentativas e combinações ao longo de muitos milénios, processo pelo qual surgiu a nossa Civilização.

Mas então se é assim, por que a malta da OMS anda "práqui" a lançar tanta confusão? A resposta já foi dada... Lembrou-se o Zé do escândalo da gripe aviária, em 2009. A pretexto da suspeição de uma pandemia, os países foram obrigados a adquirir milhões de vacinas para injectar em massa a sua população... Resultado, nesse ano morreu-se mais da gripe tradicional que de qualquer outra inventada pela OMS. O expediente encheu os bolsos da indústria farmacêutica e encheu também de vacinas inúteis as prateleiras das farmácias e hospitais nacionais. Porém ninguém foi julgado e muito menos preso por tamanha falsidade, com enorme prejuízo para o erário público. O sobrinho do Zé ainda lhe disse mais... Os delegados que formam as comissões que assistem a OMS com a elaboração de relatórios supostamente científicos, são invariavelmente altos funcionários da Indústria Alimentar e Farmacêutica... Depois disto e de outras enganações, o Zé não acredita que tanta preocupação com a sua saúde seja inocente... pois claro!

Ponta Delgada, 05 de Novembro de 2015

Artur Rosa Teixeira

(artur.teixeira@gmail.com)

 

 
7805
Loading. Please wait...

Fotos popular