Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Brinquedo que contem droga é vendido no Brasil

08.11.2007 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
Brinquedo que contem droga é vendido no Brasil

De acordo com o G1, o diretor de qualidade do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), Alfredo Lobo, recomenda que, por precaução, os pais não deixem suas crianças brincarem com o produtos da linha Bindeez, que sofreu recall nos EUA, Austrália e Canadá, mas é vendido no Brasil.

O brinquedo foi recolhido nos três países porque suas partes, quando engolidas, se transformam em uma substância similar ao GHB (ácido gama-hidroxibutírico), droga conhecida como “ecstasy líquido”, usada no golpe "boa noite, Cinderela".

A substância tóxica do Bindeez pode causar euforia se ingerida em pequenas doses, mas, em maior quantidade, causa depressão e pode levar ao estado de coma.

“Os consumidores devem tirar o brinquedo das crianças imediatamente”, informou a Comissão de Segurança de Produtos ao Consumidor americana, no aviso oficial de recall.

“Nossa equipe está mapeando o problema, mas parece que o brinquedo estava regularizado. Precisamos averiguar se houve falha na certificação ou se a substância que causou o recall nos EUA não está prevista no regulamento do Mercosul, adotado pelo Brasil”, explica Lobo.

Importador

A empresa responsável pela importação dos brinquedos no Brasil, a Long Jump, de São Paulo, informou ao G1 que ainda está fazendo levantamento de quantas peças foram distribuídas no mercado nacional.

Segundo o departamento de marketing da Long Jump, advogados da empresa estavam reunidos na manhã desta quinta-feira (8) para avaliar que medidas deveriam ser adotadas em relação aos consumidores, distribuidores e junto à fábrica chinesa que produz o brinquedo.

Regulamentação

O Inmetro é a instituição que cria normas de qualidade para produtos vendidos no país e concede a outras instituições o poder de certificá-los. Segundo Alfredo Lobo, as normas de qualidade do Brasil são tão rigorosas quanto as dos EUA, ou até mais.

“Quando o problema for localizado, estudaremos a possibilidade de um recall cautelar”, afirma o diretor do Inmetro.

 
2223
Loading. Please wait...

Fotos popular