Pravda.ru

Notícias » Negόcios


E onde está a rampa para Obama sair dessa sua espiral de escalada?

08.03.2014 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 
E onde está a rampa para Obama sair dessa sua espiral de escalada?. 19934.jpeg

Obama aponta para "a rota de desescalada" na Ucrânia, dizendo o seguinte:[1]

"Deixemos que monitores internacionais entrem na Ucrânia, inclusive na Crimeia, para garantir que os direitos de todos os ucranianos estão sendo respeitados, inclusive dos russos étnicos. Iniciemos consultas entre o governo da Rússia e da Ucrânia, com a participação da comunidade internacional.

"A Rússia poderá manter seus direitos de ter bases na Crimeia, desde que obedeça aos acordos e respeite a soberania e a integridade territorial da Ucrânia."

Mas... mas... por favor, COMO um presidente dos EUA pode garantir um contrato que depende de a Ucrânia aceitar?

Obama valoriza tanto a "autodeterminação" e a "democracia" de país a 10 mil milhas de distância dos EUA, que já está ORDENANDO o que aquele país deve fazer, o que deve aceitar, com o que deve concordar, num caso ou noutro?! Só se for doida, a Rússia acreditará em "garantias" de Obama.

Obama quer tanto alguma desescalada, que já ordenou sanções contra cidadãos russos e seu respectivo dinheiro, e pressiona países europeus para que façam o mesmo. A Rússia retaliará com medidas similares.

Obama envia mais jatos de combate para a Lituânia e a Polônia e já enviou mais um destroyer para o Mar Negro. A Rússia reforçará suas forças ocidentais. O fantoche que o governo Obama instalou em Kiev, para ajudar na "desescalada", convidou a OTAN a Kiev, prometendo assinar partes de um acordo de associação com a União Europeia, já antes de que aconteçam novas eleições na Ucrânia. Pesquisas estão mostrando que nenhum dos lados na Ucrânia tem maioria. Contrariando as votações no Parlamento russo, para aceitar a Crimeia na Federação Russa.

Se Obama e seu fantoche "Yuk" continuarem nessa "rota de desescalada", em poucas semanas os EUA estarão sob risco máximo de ataque iminente (orig. DEFCON-1[2]).

Obama disse que oferecia à Rússia uma "rampa de saída". Mas a tal "rampa de saída" inclui pedir à Rússia que reconheça governo ilegítimo, não eleito, governo fantoche, em Kiev. A Rússia jamais aceitará tal coisa. O troca-troca portanto prosseguirá. Onde está a rampa para Obama cair fora dessa sua espiral de escalada? *****


________________________________________
[1] http://www.kyivpost.com/content/ukraine-abroad/us-president-barack-obamas-march-6-remarks-on-ukraine-video-transcript-338672.html
[2] Defense Readiness Condition (DEFCON) [condição de prontidão para defender-se] é um alerta usado pelas forças armadas dos EUA. O sistema DEFCON foi desenvolvido pelos Comandantes do Estado-maior e comandos especificados de combate. O sistema prescreve cinco níveis de alerta para os militares dos EUA, que vão de situação menos grave (DEFCON 5) à situação mais grave (DEFCON 1), para fazer frente a diferentes ameaças  (em http://en.wikipedia.org/wiki/DEFCON ) [NTs].
7/3/2014, Moon of Alabama - http://www.moonofalabama.org/

 
3574
Loading. Please wait...

Fotos popular