Pravda.ru

Notícias » Negόcios


Economia Solidária: R$ 8 bln por ano

07.05.2008 | Fonte de informações:

Pravda.ru

 

Brasília - A Economia Solidária mantém seu ritmo de crescimento no Brasil. É o que revela os novos dados do Sistema Nacional de Informações em Economia Solidária (SIES), coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Até 2007 foram cadastrados 21.859 Empreendimentos Econômicos Solidários (EES), onde participam 1.687.496 pessoas, sendo 62,6% homens e 37,4% mulheres.


Entre 2003 e 2007 foram criados quase oito mil EES no Brasil, com uma média de 1,5 mil novos empreendimentos a cada ano. Para se ter uma idéia desse crescimento, na década de 1990, a média de criação de novos EES era de 855 por ano.
Esse crescimento é acentuado sobretudo na Região Nordeste, onde se concentra o maior número de EES obtendo 43,5% do total dos registros. Em segundo lugar está a região Sudeste, com 17,9%, seguida pela região Sul com 16,4%. As regiões Norte e Centro-Oeste representam 12,2% e 10,1%, respectivamente.


O SIES revela também que o valor médio mensal dos serviços e produtos do total dos empreendimentos chega a R$ 653 milhões de reais, ou seja, são quase R$ 8 bilhões gerados por ano na Economia Solidária. Deve-se considerar que esse potencial de geração de riqueza e de melhoria de renda para os associados poderá ser ampliado com as políticas públicas de Economia Solidária que estão sendo implementadas.


A Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES) iniciou o mapeamento da Economia Solidária em 2005, com o cadastro de 14.954 EES, em 2274 municípios. Em 2007, foram mapeados mais 6.905 EES, superando a meta inicial que era de mapear cinco mil novos empreendimentos. Até o momento, o mapeamento foi realizado em 52% dos municípios brasileiros.


Esses e outros dados do Sistema de Informações em Economia Solidária estão disponíveis no site www.sies.mte.gov.br.


SENAES - A Secretaria Nacional de Economia Solidária foi criada em 2003 pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A Economia Solidária é uma economia baseada em princípios de gestão coletiva, participação igualitária dos membros, com resultados compartilhados, autonomia, respeito à natureza, promoção da dignidade, valorização do trabalho humano, interdependência e foco no desenvolvimento da comunidade. A Economia Solidária também é entendida como uma estratégia de enfrentamento da exclusão social e da precarização do trabalho, sustentada em formas coletivas, justas e solidárias de geração de trabalho e renda.


O SIES é um sistema constituído por uma base nacional e por bases locais de informações que proporcionam visibilidade e articulação para economia solidária, além de oferecer subsídios aos processos de formulação de políticas públicas.


MTE

 
2801
Loading. Please wait...

Fotos popular