Pravda.ru

Mundo

Mensagens do Ano Novo

31.12.2007
 
Pages: 12
Mensagens do Ano Novo

Dos EUA/Canadá:

Paz, Felicidade e um Mundo Melhor para o Próximo Ano

Termina o ano de 2007 de uma forma muito instável. Os líderes de nações poderosas irão ser substituídos. Acabamos de testemunhar o assassínio chocante de Benazir Bhutto. Homens desprezíveis tocam os tambores de guerra. O mundo espera para ver se a razão e a lei internacional irão prevalecer ou serem descartados a favor de caos, ódio, força bruta e violência.

Porém tem havido muitos indicadores positivos. Como o florescer de novo amor, como os primeiros raios de um novo alvor, tem aparecido pessoas proeminentes que, juntamente com heróis sem nome, lutaram para tornar o nosso mundo melhor, um mundo em que os direitos humanos e a dignidade humana serão respeitados, onde seres humanos podem esperar um tratamento justo e em pé de igualdade e a implementação de mecanismos que terminam o sofrimento.

Para os nossos prezados leitores da versão portuguesa da PRAVDA, desejamo-vos o melhor de tudo no ano seguinte, um ano novo muito feliz na companhia daqueles que amam, um ano de paz e estabilidade, boa saúde, realização profissional e o fortalecimento dos laços que ligam os de bom carácter e boa vontade.

Um novo ano traz consigo uma pedra de laje limpa para começarmos de novo num espírito de irmandade, para que o Mundo em que nós vivemos possa ser um sítio melhor, para todos os seres vivos.

Existem costumes diferentes em países e continentes diferentes, contudo unem-se todas as pessoas no espírito único de amor, amor pelos familiares e entre queridos, tornando-nos numa comunidade de irmãos no mesmo planeta. Há muitas razões para esperarmos um mundo melhor n próximo ano e no espírito desta estação, que comecemos todos a dizer, “Que comece comigo”.

Lisa KARPOVA

PRAVDA.Ru

EUA/CANADÁ

Do Brasil:

Está chegando 2008! Que venha cheio de trabalho e saúde a todos nós.

Na real, me impressiona como nessa época do ano as pessoas se tornam solidárias! Nossas caixas postais se enchem de e-mails com votos de muito "$uce$$o". Nessa época é uma correria não só nos shoppings e supermercados. Asilos, orfanatos, creches e até favelas entram no roteiro. Doações de sextas básicas, brinquedos arrecadados em diversas campanhas. Viva o Natal e seus "milagres". Quase todos na função de caridosos. Que maravilha!

Nada contra esta verdadeira conscientização de final de ano extremamente salutar. O que é triste é só se lembrar dessas pessoas no final do ano. Já pensou todos fazendo isso no decorrer dos dias, das semanas, dos meses? Já pensou cada um de nós adotando uma família? Apenas uma sexta básica por mês? Afinal durante os 365 dias do ano milhões de pessoas padecem de fome, de frio, de saudades e até de esperanças. Além disso, você já fez a tua doação de sangue pelo menos? Pois é, principalmente nesta época os estoques de sangue simplesmente acabam diante de tantos acidentes nas estradas, causados principalmente pela embriagues. Tudo em comemoração das festas de final de ano.

E aquelas outras pessoas que estão esperando pela doação de órgãos? Você já foi caridoso o suficiente para avisar seus pais e amigos que em caso da sua morte todos seus órgãos deverão ser doados? É fato que existem milhões de pessoas esperando bens materiais. Mas existem milhares esperando apenas uma possibilidade de vida em 2008.

Portanto, se você não tiver nenhum bem material para doar, doe vida! Inclua nas tuas metas para 2008 maiores possibilidades em ajudar nossos semelhantes, que possamos doar o que tivermos condições, mas que não esperemos até o final do ano para tomar tais decisões. Se você for realmente cristão, independente da sua religião, siga o exemplo do Mestre, verdadeiro exemplo de amor, caridade, perdão...

Um abraço a todos e Feliz 2008!

Jefferson

BRASIL

Do Uruguai:

A LOS LECTORES DE "PRAVDA", ¡SALUD!

Los días de fin de año son, habitualmente, para las familias y los pueblos, de balance de lo ocurrido o lo hecho, y esperanzas por un mundo mejor.

El balance de este Año 2007 tiene sus aspectos negativos y positivos, si observamos, como uruguayos, los tres escenarios interdependientes: el mundial, el regional y el nacional.

Es negativa la persistencia del conflicto del Medio Oriente, por la decisión del imperialismo euroamericano, de recuperar el control de esa región geoestratégica que fue suya a raíz de la desintegración del Imperio Turco, como resultado de la Primera Guerra Mundial, olvidando que la "Historia es movimiento" y que cada punto de su recorrido es diferente al anterior porque los pueblos, a fuerza de luchar, aprenden y su conciencia política se enriquece.

Sin embargo, de tanto sufrimiento, una luz aparece en el horizonte. Estados Unidos está perdiendo la apuesta y los últimos hechos trágicos de Paquistán, indican que perderán este eslabón de su cadena, que creían seguro, y Afganistán cuyo control consideraban consolidado. ¡Elevo mis votos para que la desesperación no los lleve a un ataque a Irán!

Por otro lado, en este accionar de fuerzas contradictorias, la afirmación de la alianza estratégica entre Rusia y China, -el gran eje euroasiático- marca una tendencia irreversible hacia una estructura multipolar que será beneficiosa, en el largo, plazo, para la lucha de los pueblos por la libertad y la justicia.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular