Pravda.ru

Mundo

Rui Costa Pimenta: "A tendência dos Estados imperialistas é a desintegração"

29.10.2017
 
Rui Costa Pimenta:

Rui Costa Pimenta: "A tendência dos Estados imperialistas é a desintegração"

A crise vivida na Europa e nos Estados Unidos nos últimos anos, especialmente em 2017, tem características "absolutamente catastróficas", de acordo com o jornalista e analista político Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária (PCO).

Segundo ele, "a tendência dos Estados imperialistas é a desintegração" e isso pode ser visto claramente nos EUA após a derrota de Hillary Clinton e da ala hegemônica do Partido Republicano para o extremista Donald Trump nas eleições de 2016. A polarização se acentuou e de certa forma está sob o controle do atual mandatário em meio a um "governo de desagregação nacional".

Os recentes acontecimentos envolvendo os EUA na Rússia, na China, na Síria e na Coreia do Norte, por exemplo, são amostras da decadência da política imperialista na análise de Rui Costa Pimenta, exposta neste sábado (28) em sua palestra semanal.

Na Europa - disse - a situação tende a ser a mesma. O caso do Brexit é um claro exemplo disso, afirmou o líder partidário. O Partido Conservador tentou evitar o processo de retirada do Reino Unido da União Europeia, mas o próprio partido governista acabou impulsionando o Brexit, o que se transformou em uma crise política generalizada.

"O que está acontecendo na Catalunha é mais um episódio desse esfacelamento", analisou. Para ele, a desestabilização da Espanha com a separação de uma das principais regiões industriais do país poderia gerar uma crise financeira internacional.

De acordo com a política do PCO de Rui, esses acontecimentos são apenas uma prova da crise do capitalismo mundial, que não consegue encontrar uma saída desde a crise financeira de 2008.

 

Pravda.Ru

 


Loading. Please wait...

Fotos popular