Pravda.ru

Mundo

Serviços secretos poderiam organizar o assassinado de Bhutto

28.12.2007
 
Serviços secretos poderiam organizar o assassinado de Bhutto

Serviços secretos do Paquistão poderiam organizar o assassinado Benazir Bhutto para debilitar o regime e chegar a um acordo con os radicais islamistas, disse a Pravda.ru Vladímir Sótnikov, colaborador do Instituto russo da economia mundial e relações internacionais.

 “Poderiam faze-lo para debilitar o poder de Musharraf e pactuar com islamistas radicais”, afirmou o experto , ao precisar que se referem tanto às forças extremistas dentro do Paquistão como aos militantes da Al-Qaeda e grupos afines , interessados em desestabilizar ao máximo a situação. Ao mesmo tempo , Sotnokov disse que não interpreta tal hipótese como a mais provável.

 O experto não descarta que Musharraf devolva a introduzir o estado de emergência e desconvoque as eleições de 8 de janeiro, ainda que convenha-lhe serem realizadas e ser eleito “um primeiro- ministro técnico”.

A candidatura de atual chefe do governo Muhammadmian Sumro , “também lhes conviria”. Uma vez decapitado o Partido Popular do Paquistão, se promovem ao primeiro plano os islamistas moderatos da aliança religiosa Muttahida Majlis-e-Amal que podem reduzir notavelmente a Musharraf a margem de manobra na política interna, disse Sótnikov.

Outra variante –“ teoricamente , pouco provável “- é o general Ashfaq Pervez Kiyani, flamante chefe do Exército paquistanês , empreenda algumas ações para o transpasso do poder para militares.

 Por Lyuba Lulko


Loading. Please wait...

Fotos popular