Pravda.ru

Mundo

Bush tenta resolver os problemas do Oriente Médio no summit em Anápolis

28.11.2007
 
Bush tenta resolver os problemas do Oriente Médio no summit em Anápolis

O fórum aberto em Anápolis no dia 27 de Novembro com o patronato do presidente Jorge Bush nos Estados Unidos, é visto como um momento ideal para restabelecer o processo de paz entre a Palestina e Israel depois de 7 anos de interrupção.

Da conferência participa o primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert e representante de Palestina Mahmoud Abbas, e a delegação de 49 países e organizações internacionais, inclusive todos os membros do “G8” – Rússia, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Canada, Japão e Itália. Como supervisores foram convidados também organizações internacionais como o Banco Internacional. Entre os países árabes convidados na conferencia estão a Arábia Saudita, Síria, Egipto, Jordânia, Líbano, Marrocos, Sudão, Algéria, Tunísia, Catar, Iémen, Líbia, Mauritânia, Omán, Iraque e e,t,c.

Os dirigentes da Síria recusaram participar no fórum, por não estarem na agenda da discussão. Síria recebeu o convite para participar desta conferencia porque havia-se pronunciado que o assunto do fórum era também sobre a reanimação das relações entre a Síria e Palestina. A Jerusalém espera que a presença da Síria será a pedra fundamental para a paz entre os dois países.

Todavia, o papel principal desta conferencia é a questão sobre o começo das negociações de paz entre o Israel e a Palestina e a formação do governo palestiniano. Bush demonstra a determinação de usar esta oportunidade para estabelecer a liberdade e a paz no Oriente Médio. Segundo o presidente, o fórum demonstrara a intenção dos dois países de entrarem em negociações e da formação do estado Palestiniano.

O presidente Jorge Bush dirigiu-se ao representante dos 49 países e organizações, vindos aos EUA no encontro convocado pela iniciativa da Casa Branca, com o seguinte apelo: “Tantos países da região e outras importantes organizações internacionais presentes na reunião serão necessários para duplicar o esforço na esperança duma futura paz no Médio Oriente”. Lembramos que, foi o Bill Clinton, o ex-presidente a empreender esse esforço na tentativa de resolver o problema no Oriente Médio em 2000.

Os participantes do fórum não têm esperanças de obterem algum resultado do summit na capital Maryland, por não conseguirem chegar a um acordo nas negociações. Na segunda-feira o Bush convocou uma reunia particular na Casa Branca com os lideres de Israel e Palestina no âmbito de prepararem uma conferencia entre os três países para a terça-feira.

O presidente do Irão, Mahmud Ahmadinejad e o seu colega da Síria, Bashar Assad durante uma conversa pelo telefone no domingo confeçaram que “não vêem nenhum resultado positivo deste encontro” no âmbito da regularização da paz entre Palestina e Israel. Segundo a imprensa, o presidente do Irão disse que, somente o representante do povo palestiniano tem o direito de resolver os problemas de Palestina, e que este fórum é mais um fracasso.

Dério Nunes


Loading. Please wait...

Fotos popular