Pravda.ru

Mundo

Musharraf e Karzai afirmam bin Laden estar no país vizinho

28.09.2006
 
Musharraf e Karzai afirmam bin Laden estar no país vizinho

O presidente paquistanês Pervez Musharraf numa entrevista ao diário britânico The Times hoje publicado afirmou que o líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, que foi dado como morto na semana passada, continua vivo e escondido no Afeganistão.

«Não é apenas uma ideia», afirmou Musharraf, desde o hotel onde se encontra alojado em Nova Iorque.

Segundo o diário, o dirigente paquistanês afirmou estar convencido de que Bin Laden está escondido na província de Kunar, no este do Afeganistão.


«A província de Kunar é vizinha (da região de) Bajour. Sabemos que existem algumas bolsas (de combatentes) da Al-Qaeda em Bajour. Instalámos bons serviços de informação», indicou o chefe de Estado paquistanês ao Times.


Musharraf acrescentou que não está na posse de nenhum elemento que permita confirmar as informações dos serviços secretos franceses, que citaram fontes sauditas, segundo as quais Bin Laden terá sucumbido à febre tifóide no início de Setembro no Paquistão.


«Não sei de nada» sobre a tifóide que terá morto Bin Laden, afirmou Musharraf.


«Enquanto não tiver a certeza, não digo nada», acrescentou.

«Se eles (os serviços secretos franceses) têm informações devem partilhá-las connosco», considerou.


«O que é certo é que os nossos serviços secretos não estão ao corrente de nada», concluiu Musharraf.

Em Nova Iorque Pervez Musharraf  na quarta-feira teve um encontro com o presidente dos EUA George W. Bush e o  presidente  do Afeganistão, Hamid Karzai.


 O presidente norte-americano, George W. Bush, fez  um apelo para que os líderes de Afeganistão e Paquistão melhorem a cooperação entre os dois países no combate ao terrorismo, num momento em que mediou conversas para tentar amenizar as tensões entre os dois aliados de Washington.

 
Enquanto Musharraf manteve uma expressão séria durante o pronunciamento de Bush na Casa Branca, Karzai deu um leve sorriso enquanto o colega norte-americano falava. Os líderes não apertaram as mãos.

Musharraf e Karzai haviam acusado um ao outro de não fazer o bastante para combater os extremistas em meio ao ressurgimento do Taliban, que provocou a maior onda de violência no Afeganistão desde a queda do regime islâmico linha dura, após invasão de forças dos EUA, há cinco anos.

O líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, estaria escondido na região de fronteira entre Afeganistão e Paquistão, mas tanto Musharraf quanto Karzai afirmam que o chefe do grupo militante está no país vizinho.

Diário de Notícias, Reuters



Loading. Please wait...

Fotos popular