Pravda.ru

Mundo

Nova diretora garante: Festival de Locarno terá realidade virtual

28.08.2018
 
Nova diretora garante: Festival de Locarno terá realidade virtual. 29412.jpeg

Nova diretora garante: Festival de Locarno terá realidade virtual

A nova diretora artística do Festival de Cinema de Locarno, Lili Hinstin, promete incluir a Realidade Virtual, como nova expressão cinematográfica, dentro do seu objetivo de tornar Locarno pioneiro na renovação de formas. Sua preocupação é a de atrair o público jovem que tende a se ausentar das projeções nos cinemas e Piazza Grande, diante das opções oferecidas pela nova tecnologia.

A francesa Lili Hinstin foi a escolhida para assumir o lugar do diretor Carlo Chatrian que deixa Locarno em setembro, para assumir em março a direção-artística da Berlinale ou Festival Internacional de Cinema de Berlim. Atualmente, Lili Hinstin dirige o Festival Internacional de Cinema de Belfort (cidade francesa), cujo título é sugestivo EntreVistas, e onde são selecionados apenas filmes de jovens realizadores (do primeiro ao terceiro filme) do cinema independente.

O Festival EntreVistas de Belfort tem duração de oito dias, na segunda quinzena de novembro. Este ano, será do 18 ao 25 de novembro. A seleção não foi ainda completada, mas dela costumam participar filmes brasileiros. No ano passado, competiram dois filmes longa-metraagem brasileiros: Arábia, de João Dumans e Affonso Uchôa, e Corpo Elétrico, de Marcelo Caetano.

Embora menor, mas considerado o segundo mais importante festival francês depois de Cannes, EntreVistas de Belfort tem uma estrutura semelhante ao Festival Internacional de Locarno, em grande evolução nos últimos anos e equiparado atualmente aos de Berlim e Veneza.

O fator decisivo para a escolha de Lili Hinstin para dirigir Locarno teria sido sua preocupação com as novas formas da cinematografia.

Entretanto, Lili não quer assustar ninguém, ela promete manter as mesmas estruturas da competição internacional e das atuais mostras paralelas. Um ajuste pessoal só será feito na equipe encarregada de proceder às seleções de filmes, provavelmente reforçada com seus especialistas de Belfort.

No que se refere ao cinema brasileiro, português e latinoamericano não deverá haver modificações nas escolhas de Locarno, pois estão sempre presentes em Belfort, tanto longas como curtas-metragens, e são, portanto, bem conhecidos pela nova diretora de Locarno.

Antes de Lili Hinstin, Locarno já foi dirigido pelo francês Olivier Père. Uma das preferências para os candidatos à direção de Locarno, é de falar o italiano, pois o festival está no cantão do Ticino, na Suíça italiana. Ora, Lili Hinstin, que nasceu em Paris em 1977, é formada em línguas, literaturas e civilizações estrangeiras pela Universidade de Paris e de Pádua, na Itália.

Por Rui Martins, que esteve em Locarno, convidado pelo 71.Festival Internacional de Cinema de Locarno.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular