Pravda.ru

Mundo

Enfermeiras búlgaras não serão executadas

28.01.2007
 
Enfermeiras búlgaras não serão executadas

Seif el-Islam Kadhafi, o primogénito do líder líbio Muamar Kadhafi assegura que as cinco enfermeiras búlgaras condenadas à morte na Líbia após terem sido dadas como culpadas de inocular Sida em crianças, não serão executadas, noticiou, ontem, o diário búlgaro 24 Tchassa, noticia Lusa.


"Eu garanto que não as executaremos", declarou ao jornal Seif el-Islam Kadhafi, num extracto de uma entrevista cujo texto integral será publicado amanhã.

"Acreditem, estamos em vias de encontrar uma solução", acrescentou o filho mais velho do líder líbio.


Seif el-Islam Kadhafi, que passa por ser um reformador e braço direito de seu pai, dirige a Fundação Kadhafi de benevolência social, envolvida nas negociações internacionais na questão das enfermeiras búlgaras e do médico palestiniano condenados à morte em 19 de Dezembro na Líbia.


Loading. Please wait...

Fotos popular