Pravda.ru

Mundo

Invasão do Iraque: Responsabilidade e Responsabilização

27.11.2009
 
Invasão do Iraque: Responsabilidade e Responsabilização

Como a Rússia tinha dito, o Iraque não possuía armas de destruição maciça. A única fonte que afirmava que o Iraque tinha armas e estava ligado a Al Qaeda era o regime de Bush. Agora o primeiro dia do inquérito do Iraque em Londres expôs as mentiras, as traições, as maquinações e o engano, a teia de mentiras tecida pelo Bush Cia. Chega a altura para a responsabilidade, responsabilização e a prestação das contas.


Antes que o regime de Bush chegou ao poder por bloqueios de estradas na Flórida, em novembro de 2000, Condoleeza Rice, já estava a escrever artigos sobre a “mudança de regime" em Bagdade e Bush já estava falando de vingança pela suposta tentativa Presidente Hussein sobre a vida de seu "papai" .

Em seguida, seguiram-se repetidas declarações do Pentágono, que começou a exercer uma influência crescente sobre o Departamento de Estado, afirmando que o Iraque não só tinha armas de destruição maciça, mas foi capaz de implementá-los com "efeito imediato" e representava um perigo real para os E.U.A. e seus aliados. Reivindicações foram feitas à ONU de que armas de destruição maciça "estavam sendo conduzidas pelo deserto em veículos", foram apresentadas fotos de leite em pó que foi descrito como produtos químicos perigosos.


Qualquer pessoa com um pingo de inteligência podia ver que não havia nenhuma prova e as provas apresentadas para um causus belli eram apenas boatos, rumores e conjecturas. Em resumo, Washington estava comportando-se como aquele que grita “Olhem o bruxo!” apontando o dedo para um morador de uma aldeia vizinha.


As tentativas de afirmar que Saddam Hussein tinha armas de destruição maciça, as tentativas de ligar Saddam Hussein à Al-Qaeda foram ridicularizadas nesta coluna, enquanto o regime de Bush e seus cachorros lambe-botas na Europa foram avisados de que estavam cometendo um erro grave.


Seis anos e meio depois, a Investigação sobre a Guerra no Iraque em Londres prova que foi cometido um erro muito grave, e além disso comprova as nossas reivindicações que o regime de Bush cometeu genocídio e crimes de guerra. Eis algumas provas:


O Foreign Office britânico, em 2003, declarou que não havia nenhuma prova de que Saddam Hussein estava tentando fornecer a Al-Qaeda com armas de destruição maciça a) porque ele não possuia e, b) porque ele e Bin Laden odiavam-se;


Os Ministros foram advertidos de que as alegações americanas eram baseadas em evidências “pouco firmes”, de acordo com Sir William Ehrman, director da Segurança Internacional no Ministério das Relações Exteriores;


Houve evidência no momento da invasão que as armas químicas tinham realmente sido desclassificadas, enquanto as equipes da ONU de Hans Blix não encontraram nada, assim como após a invasão e conseqüente ato de chacina não foram encontradas armas de destruição maciça;


Tim Dowse, chefe da contra-proliferação no Ministério das Relações Exteriores, afirmou que "não havia nada que parecia uma relação entre o Iraque e a Al Qaeda";


O Governo Blair tentou distanciar-se da guerra do regime de Bush no início, porque eles sabiam que uma invasão com base na mudança de regime era ilegal;


Sir William Patey, Chefe do Departamento de Oriente Médio do Ministério das Relações Exteriores, afirmou que a invasão "não tinha qualquer fundamento legal";


Lord Goldsmith, Procurador-Geral em 2002, declarou que a mudança de regime "não era uma base jurídica para a ação militar";


No momento da invasão, Líbia e Afeganistão, os Balcãs e Serra Leoa figuraram acima na lista de preocupações.


Então, quem estava errado? Que cometeu um ato de carnificina desenfreada com base na fabricação dos factos? Quem mentiu para o seu povo? Quem mandou os meninos para a guerra sob um falso pretexto, apenas para que o clique de elitistas poderia ficar cada vez mais rico?
E quem, portanto, é responsável e quem deve prestar contas?


Existe ou não o Direito Internacional?


Timothy BANCROFT-HINCHEY
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular