Pravda.ru

Mundo

Irã propõe pacto de ‘não agressão’ entre países vizinhos

27.05.2019
 
Irã propõe pacto de ‘não agressão’ entre países vizinhos. 31061.jpeg

Irã propõe pacto de 'não agressão' entre países vizinhos

Foto:

O chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif (EEAS/Flickr CC)

Em visita ao Iraque, chanceler iraniano Mohammad Javad Zarif declarou que Teerã busca construir "relações equilibradas" entre todos os Estados da região

Redação Opera Mundi/Paris (França) 

O chefe da diplomacia iraniana, Mohammad Javad Zarif, propôs neste domingo (26/05) um pacto de "não ag ressão" entre o Irã e os países do Golfo Pérsico, em um momento onde aumentam as tensões entre o governo iraniano e os Estados Unidos.

Em visita ao Iraque, o chanceler iraniano declarou que Teerã busca construir "relações equilibradas" entre todos os Estados da região. Ele assegurou que seu país não desrespeitou os compromissos do acordo de 2015 sobre o programa nuclear, assinado entre o Irã e as potências ocidentais. Por outro lado, disse, os Estados Unidos "estão em contradição" com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O acordo prevê a diminuição de sanções econômicas em troca da suspensão das atividades nucleares iranianas, incluindo o enriquecimento de urânio e sua estocagem. O Irã voltou a produzir urânio a baixo teor radioativo depois que os Estados Unidos saíram do acordo em 2018 adotaram medidas restritivas unilaterais.

EUA enviam reforços militares

O governo americano também reforçou sua presença militar na região. Na sexta-feira (25), o governo americano enviou 1.500 soldados ao Golfo Pérsico de maneira preventiva. "O aumento da presença americana na nossa região é perigoso e uma ameaça à paz e à segurança internacional. Ele deve ser resolvido", disse Zarif neste sábado (25/05),antes de deixar o Paquistão, segundo a agência de notícias oficial Irna.

O governo Trump também informou ao Congresso americano sobre novas vendas de armas para a Arábia Saudita, maior rival regional do Irã, e para os Emirados Árabes Unidos, novamente citando a ameaça iraniana.

Neste contexto, Teerã se recusa a dialogar com Washington. "Nós dissemos claramente: enquanto a atitude não mudar, enquanto nossa nação não tiver seus direitos respeitados, nosso caminho continuará o mesmo. Não haverá discussões", declarou na quinta-feira Keyvan Khosravi, porta-voz do Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã.

Neste domingo, Zarif ressaltou que o Irã se defenderá nos planos econômico e militar.

http://www.iranews.com.br/ira-propoe-pacto-de-nao-agressao-entre-paises-vizinhos/

 


Loading. Please wait...

Fotos popular