Pravda.ru

Mundo

Saddam Hussein será executado nos próximos 30 dias

26.12.2006
 
Saddam Hussein será executado nos próximos 30 dias

A comissão de apelo do Supremo Tribunal iraquiano confirmou a sentença de morte proferida no último mês de novembro contra o ex-ditador do Iraque, Saddam Hussein. Ele foi considerado culpado por crimes contra a humanidade e condenado à morte por enforcamento. A sentença será aplicada nos próximos 30 dias a partir  de amanhã.

 A sentença “tem que ser aplicada dentro de 30 dias”, disse Aref Abdul-Razzaq al-Shahin, juiz da comissão de apelo, em conferência de imprensa. “A partir de amanhã, qualquer dia poderá ser o dia da aplicação” da pena de morte, sublinhou o responsável.

Al-Shahin indicou ainda que a decisão de confirmar a sentença anunciada a 5 de Novembro para Saddam, pela morte de 148 xiitas na aldeia de Dujail, em 1982, “foi tomada por unanimidade” pelos nove juízes da comissão de apelo do Supremo Tribunal.

Saddam e alguns dos seus mais próximos colaboradores são repensáveis pela morte de 148 xiitas no povoado de Dujail, em 1982. A resposta de hoje ao recurso apresentado no passado dia 3 pela defesa de Saddam é idêntica para os outros três arguidos condenados à morte neste caso.

Assim, além da sentença declarada para o ex-ditador, também a sentença de morte por enforcamento do seu meio-irmão Barzan al-Tikriti, antigo chefe dos serviços secretos, e do antigo presidente do tribunal revolucionário, Awad al-Bandar, foram confirmadas pela comissão de apelo.


Quanto ao ex-primeiro-ministro Taha Yassine Ramadan, outro dos sete arguidos neste caso e que foi condenado a prisão perpétua, o tribunal aconselhou que a sua sentença seja endurecida, defendendo que devia ser também executado.

 Com agências


Loading. Please wait...

Fotos popular