Pravda.ru

Mundo

Brasil: Pesquisas de intenção de voto

26.10.2018
 
Brasil: Pesquisas de intenção de voto. 29770.jpeg

Brasil: Pesquisas de intenção de voto

Acadêmico petista diminui diferença para milico covarde, agressor de mulheres e minorias menos favorecidas enquanto, sem vergonha, foge de debates cara-a-cara com homens, adversarios políticos. Segunda queda em uma semana, não sem Bolsô subir nas tamancas: este tem, segundo Datafolha, 56% da preferência de votos válidos, e Haddad 44%

  


Prof. Dr. Haddad Cresce, Cagão Lambedor de Botas Cai

 

Acadêmico petista diminui diferença para milico covarde, agressor de mulheres e minorias menos favorecidas enquanto, 
sem vergonha, foge de debates cara-a-cara com homens, adversarios políticos. Segunda queda em uma semana, não 
sem Bolsô subir nas tamancas: este tem, segundo Datafolha, 56% da preferência de votos válidos, e Haddad 44%


25.10.2018


Mais recentes pesquisas do Datafolha para a Presidência divulgada na noite de quinta-feira (25) apontam nova queda do candidato brucutu, o capitão da reserva Jair Bolsonaro (PSL), com 56%, e o professor universitário, economista, advogado, filosofo e cientista político Fernando Haddad (PT) com 44% das intenções dos votos válidos.

Em segunda queda consecutiva, ambas nesta semana, o cagão agressor de mulheres e minorias menos favorecidas além de lambedor de botas de Tio Sam, enquanto por outro lado nao tem a ombridade de estar cara-a-cara com adversarios políticos, apresenta segundo o Instituto 48% do total de votos, e Fernando Haddad 38%. 

Os votos brancos ou nulos somam 8% e os que não sabem totalizam 6%. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O Instituto entrevistou 9.173 eleitores em 341 cidades nestas quarta e quinta-feira para este levantamento, com margem de erro de dois pontos.

Na terça-feira (23), outro instituto de pesquisa, o Ibope, havia igualmente apontado queda do milico brucutu (cuja hipotética vitória lanca as maiores incertezas se haverá eleições presidencias em 2022), e ascensão um pouco menor do acadêmico petista (cuja hipotética vitória assegura ao Brasil eleições democráticas daqui a quatro anos): 57% (contra 59% uma semana antes) a 43% (41% no mesmo levantamento), respectivamente.

Barraco: Diante do Perigo, Bolsô Sobe nas Tamancas


Desde então, o candidato preferido da Ku Klux Klan e dos nazistas alemães e de todo o mundo sobe nas tamancas (de novo, e bem ao estilo um tanto folclórico de minhas digníssimas amigas travestis que o próprio Bolsô tão raivosamente condena), e cacareja inclusive contra seu proprio círculo de incompetentes (fato agora atestado, de maneira inconteste, por Bolsonaro mesmo). 

Evidenciando uma vez mais o caráter mesquinho, arrogante e autoritário em todos os segmentos da vida - diversas vezes produzido artificialmente como estratégia de marketing politiqueiro na ausência de nível moral e cultural -, Bolsonarinho (bisneto de um militar de Hitler) cobrou à base de sua melhor característica, a imposição chantagista, mais ativismo em seu favor sobretudo por deputados eleitos por seu partido. "Foram eleitos graças a mim; portanto, devem trabalhar mais a meu favor", diz esquizofrenica e histericamente Bolsô.

Foi exatamente este o argumento para o "defensor da família brasileira" arrasar seu primeiro casamento, após ter feito um verdadeiro inferno na vida da pobre Rogéria Nantes Braga, ex-esposa do nacionalista do pau-oco que, em outubro de 2017, prestou continência diante da bandeira dos Estados Unidos em visita a Washington D.C. 

A ex-deputada carioca, eleita no início dos anos 90, "ousou" votar por medidas na Câmara sobre as quais Jair Bolsonaro discordava: este mandou, inclusive, espancar seu ex-colega militar, que panfletava em favor da esposa nas ruas do Rio."Essa mulher morreu para mim", diz hoje o candidato a presidente do Brasil pelo PSL.

Na mesma época, o declarado admirador de tio Adolf ameaçou de morte a jornalista Cassia Maria Rodrigues, da revista Veja. Tudo isso, além de o imbecil e questão achar-se no direito de julgar qual mulher merece ser estuprada, e qual não merece: o Brasil merece isso?!

Foi nestes tempos que, quando Bolsonaro planejava explodir bombas nas dependencias de sua instituição militar por questões salariais, colegas milicos o qualificaram de "covarde, corno e contrabandista".

Imagine-se, embora isso seja uma carochinha comparada aos inúmeros crimes desse ser tosco e covarde, especialista como poucos em armar barracos por nada, se o País abre definitivamente a porteira a uma Besta Nazista deste nível.

Velho Filme?


Institutos de "pesquisa" mentem indiscriminadamente, publicam muitas vezes falsos resultados até determinado periodo às vésperas das eleições: quando notam que sua influência não tem sido eficaz em induzir preferências de voto, que seu candidato preferido - não por mera coincidência, sempre o mesmo do establishment -- não avança o quanto esperam tais carteis das "pesquisas" a que pesem as inumeras manipulações do cenario socio-politico, repentinamente fora de qualquer previsão o "azarão" começa a subir. 

A tática tem como objetivo claro fazer com que esses institutos, aos poucos liberando as verdadeiras intenções de votos, não se compliquem, tentar evitar que percam ainda mais a pouquissima credibilidade que possuem junto à sociedade, com o resultado oficial através das urnas das depois.

Será o caso agora? Nada de muito significativo, que mude a figura de Bolsonaro, tem ocorrido que justifique sua queda. Nem as palradas do deputado Eduardo, seu filho miolo-mole para dizer o minimo, ao afirmar ironicamente que para fechar o STF (outra corja nacional da pior espécie, é bem verdade), bastam um soldado e um cabo. 

Nem sequer a tal de "esquerda" tupiniquim, é claro, tem deixado, nesta campanha, a velha inércia e apatia que a marcam.
Está realmente parecendo sintomática, neste sentido, a subida de Haddad diante da queda do fujão dos debates, para quem tudo debe ser resolvido "no trabuco".

Indícios de que estará a democracia brasileira, a partir dos resultados do próximo domingo, "OK to be OK", ou o Brasil retrocederá novamente?

Edu Montesanti

 


Loading. Please wait...

Fotos popular