Pravda.ru

Mundo

Ataques terroristas contra escolas no Afeganistão

26.04.2006
 
Ataques terroristas contra escolas no Afeganistão

Vernor Muñoz, o Enviado Especial ao Direito de Educação da Comissão da ONU sobre Direitos Humanos, exprimiu seu ultraje contra a escolha sistemática de escolas como alvos para ataques terroristas por grupos afectos aos Taleban no Afeganistão.

Depois do ataque na semana passada contra uma escola na Província de Kunar, Vernor Muñoz declarou “Na minha capacidade como Enviado Especial sobre o Direito a Educação, desejo exprimir as minhas condolências, ultraje e solidariedade às pessoas da Província de Kunar em Afeganistão pela perda de vida humana e ferimentos graves como resultado do ataque terrorista com um foguete contra a Escola Salabagh, em Asadabad.

O oficial da ONU acrescentou que está “profundamente preocupado que escolas, especialmente de raparigas, parecem ser sistematicamente escolhidas como alvos por grupos terroristas com o objectivo aparente de esforçar os país a não enviar as suas crianças às escolas e esforçar as autoridades a fechá-las”.

Para Vernor Muñoz, “O direito fundamental à educação inclui o direito a uma educação segura. As crianças têm o direito à segurança na escola, que conduz a um ambiente positivo de aprendizagem”.

O que percorre a mente dum terrorista que atira um foguete contra crianças na escola desafia a lógica visto que tais actos de crueldade e cobardia atingem o coração da civilização humana. Escolher como alvos civis indefesas e inocentes, especialmente crianças, para ataque com equipamento militar, talvez seja o ponto mais baixo a que um ser humano possa descer. E mais – quem perpetra este tipo de acção deixa de ter o direito a se rotular de humano.

É evidente que o regime dos Taleban ainda tem apoio em Afeganistão entre indivíduos cuja errónea interpretação do Qu´ran é um insulto ao Islão e cuja existência constitui uma mancha suja contra a imagem colectiva da Humanidade.

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular