Pravda.ru

Mundo

Cuba envia brigada médica às vítimas das enchentes no Peru

26.03.2017
 
Cuba envia brigada médica às vítimas das enchentes no Peru. 26263.jpeg

O governo cubano de Raúl Casto está enviando equipe médica para assistir vítimas de torrenciais chuvas que, desde dezembro, têm devastado o Peru causando inundações, a destruição de milhares de moradias e de outras estruturas que, até agora, deixou como saldo 90 mortos, 20 desaparecidos e 120.890 danificados.  

Composta de onze médicos, dez residentes, um chefe administrativo e um médico-chefe, a brigada médica cubana especializada em assistência em situações de desastre e epidemias levará consigo medicamentos e materiais médicos de emergência, mantendo a tradição cubana de ajudas humanitárias especialmente nas áreas de saúde e educação, nas quais Cuba é considerada excelência mundial.

Trata-se da terceira ajuda humanitária da nação caribenha ao Peru: as outas duas foram em favor das vítimas dos terremotos de 1970  de 2008. Tal postura segue a regra de nações socialistas como a Venezuela, que, entre tantos exemplos,em 2005 enviou mais de um milhão de barris petróleo a preços reduzidos em favor das vítimas do furacão Katrina na Flórida, os Estados Unidos, beneficiando cerca de 2 milhões de pobres (os mais afetados pelo desastre). Todos estes fatos, obviamente, devidamente ocultados pela mídia de embaralhamento do entendimento coletivo..

Não se pode deixar de lembrar que no outro extremo do sistema louvado pela grande mídia, e seguido por milhões de indivíduos idiotizados com o cérebro devida e alegremente lavado, está o regime de Washington que, desde o final da Segunda Guerra Mundial dedica-se a "intervenções humanitárias" baseadas na força militar que, desde então, já causou mais de 20 milhões de vítimas mortas (US Has Killed More Than 20 Million People in 37 "Victim Nations" Since World War II: http://www.globalresearch.ca/us-has-killed-more-than-20-million-people-in-37-victim-nations-since-world-war-ii/5492051) - apenas no Iraque, Afeganistão, Líbia e Síria, o número de mortos se aproxima dos cinco milhões.

Eis o mundo invertido do Império dos aloprados e de sua porta-voz, a grande mídia de desinformação das massas defensora dos interesses das classes dominantes que a sustentam.

Edu Montesanti

 


Loading. Please wait...

Fotos popular