Pravda.ru

Mundo

Morales: Crise causada por políticas de privatização de recursos

25.09.2008
 
Morales: Crise causada por políticas de privatização de recursos

Presidente Evo Morales Ayma disse na ONU ontem que a actual crise política na Bolívia é causada directamente pelas políticas de privatização de recursos naturais implementadas pelos governos anteriores.

Falando no debate de alto nível na Assembleia Geral da ONU ontem, Evo Morales disse que neste momento há uma rebelião armada por pessoas que estão contra a ordem económica.

“Esta é uma rebelião contra a miséria e a pobreza; contra os efeitos da mudança de clima; uma rebelião contra as políticas da privatização que foi o que causou a crise financeira,” disse.

O Sr. Morales, que se tornou Presidente do país andino em 2006, disse que muitos movimentos sociais tinham emergido em Bolívia nos últimos anos - envolvendo os povos indígenos, os fazendeiros e outros grupos frequentemente marginalizados - que questionaram os modelos económicos e os sistemas de “recursos simplesmente privatizados.”

Desde que tomou o poder, a nacionalização do óleo e das indústrias do gás tinha mudado a economia boliviana para melhor, declarou, aumentando em flecha os fundos para gastar em programas sociais.

Porém, Presidente Morales avisou que apesar dos seus esforços, existe na Bolívia uma resistência, às vezes violenta, de conservadores ou os elementos imperialistas, apoiados pelos Estados Unidos da América.

“Quando você trabalha para a igualdade e justiça social, você é perseguido e conspiram contra você determinados grupos."

Fonte: ONU

Juan BLANCO

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular