Pravda.ru

Mundo

Chávez propôs criar uma "equipe combatente" com Belarus

25.07.2006
 
Chávez propôs criar uma "equipe combatente" com Belarus

    O presidente venezuelano Hugo Chavez em sua primeira reunião com o presidente bielo-russo Alexandr Lukashenko   propôs a criação de uma  “equipe combatente" com Belarus.

 “Aqui encontrei um novo amigo, e juntos devemos formar uma equipe, uma equipe combatente", disse Chávez. "Podemos formar uma equipe de futebol, hóquei ou basquete", respondeu, Lukashenko, brincando. 

Após várias horas de negociações, Chávez e Lukashenko assinaram uma Declaração Conjunta e dois acordos de cooperação: um no âmbito da ciência e tecnologia e outro em energia e petroquímica. Chávez e Lukashenko assinaram também um memorando de entendimento entre os dois ministérios de Relações Exteriores, outro de cooperação tecnológica e mais um de colaboração no setor agrícola. 

"Esta visita abre novas páginas na história das relações de nossos Estados . Belarus recebe um presidente latino-americano pela primeira vez, e ficamos felizes por ser Hugo Chávez", disse Lukashenko durante as negociações.


O presidente bielo-russo, chamado de "o último ditador da Europa" por Washington, acusou a imprensa de "distorcer" a situação em alguns países e de "caracterizar determinados dirigentes de forma errada", em clara alusão à Venezuela e a Chávez.

"Sabemos quem ordena essas coisas", afirmou Lukashenko, em referência aos Estados Unidos, país com que ele e Chávez mantêm divergências. "Chávez é um verdadeiro patriota de seu país, que defende de forma conseqüente os princípios da independência e da justiça social", disse Lukashenko.
 

Segundo dados oficiais, o comércio entre os dois países no ano passado somaram apenas US$ 15,6 milhões, 1,3% a mais do que em 2004.

Além de se reunir com Lukashenko e depositar flores no Monumento da praça da Vitória, Chávez deve visitar hoje o memorial Linha de Stalin, nos arredores de Minsk.

A Linha de Stalin é o sistema de instalações defensivas - quase na fronteira de Belarus com a Polônia - que foram as primeiras a sofrerem os embates das tropas nazistas em junho e julho de 1941, quando a Alemanha começou a invasão da União Soviética.

Nesta terça-feira, Chávez visitará a Academia Militar de Belarus, sua última atividade antes de partir com destino à cidade russa de Volgogrado (antiga Stalingrado).

Esta é a primeira etapa de uma visita de trabalho à Rússia, que faz parte de sua viagem a vários países iniciada no último dia 19 e que terminará em 2 de agosto.
 

Moscou e Caracas anunciaram que, durante a visita de Chávez à Rússia, será assinado um contrato para a venda de 30 caças Sukhoi SU-30 e 30 helicópteros russos às Forças Armadas da Venezuela por mais de US$ 1 bilhão.


Loading. Please wait...

Fotos popular