Pravda.ru

Mundo

EUA: um país que lidera a pilhagem e o terrorismo no planeta

25.04.2014
 
EUA: um país que lidera a pilhagem e o terrorismo no planeta. 20219.jpeg

Os Estados Unidos tem o habito de decretar a prisão de qualquer pessoa no mundo que tenha participado de alguma bandalheira financeira em suas instituições financeiras, como é o caso do deputado federal brasileiro Paulo Maluf (PP). Tem também os Estados Unidos o habito de decretar proibida a entrada em território norte americano, para qualquer cidadão que tenha participado de algum ato hostil ao país, como foi agora com o diplomata iraniano Hamid Abutalebi, que não recebeu o visto para entrar no país e assumir o cargo de embaixador do país Persa junto a ONU.

Valter Xéu*

A atitude é uma clara violação do direito internacional e contradiz as regras como país anfitrião desta organização mundial. É claro que o governo norte americano pouco está se lixando para os reclames iranianos junto a ONU, entidade que eles não respeitam, pois quando querem praticar qualquer ato de rapina e destruição de países pelo mundo, mesmo sem a anuência da entidade e com os reclames desta, vão lá e praticam todo o tipo de barbaridade.

E ai vem uma clássica pergunta: Porque o mundo não decreta a prisão de americanos? Como Clinton (que mandou bombardear Belgrado, ocasionando a morte de milhares de civis), Bush, Obama e cia, que tantos crimes cometeram e vem cometendo mundo afora em nome de uma pseudo democracia, quando na verdade praticam além de matanças generalizadas, pilhagens e mais pilhagens?

E Olha que eu só estou falando da parte política. Do mundo econômico americano, as cadeias do mundo não teriam vagas suficientes para tantos corruptos.

No Iraque, no Afeganistão, na Líbia, a situação do povo só fez piorar com a chegada dessa praga que é os americanos. Os países foram totalmente destruídos, milhões de mortos e lá estão hoje a roubar com o nome de "explorar e comercializar" as riquezas desses países, às empresas norte-americanas coadjuvadas por empresas inglesas, espanholas, francesas, alemãs, todas fazendo a sua falcatrua, sendo que a maior fatia fica com as empresas norte americanas.

A dita maior democracia do planeta promove um bloqueio infame com Cuba e isso já passa dos 50 anos, a ONU condena, mas o bloqueio continua. A dita maior democracia do planeta descaradamente se acha no direito de aplicar sanções a qualquer país que lhe contrarie assim como proibir a entrada em território americano de diplomatas e empresários e o mundo abaixa a cabeça para essa atrocidade?

Imagino aqui, países como Cuba, Venezuela, Irã, proibindo estrangeiros e principalmente norte-americanos de entrarem em seus países, o mundo viria abaixo e essa imprensa hipócrita, vendida e safada, que tanto faz o gosto de jornalistas sem um mínimo de conhecimento do que acontece pelo mundo, tanto a defende, nada publica e nada informa.

Será que é o complexo de vira-latas que assola os países do terceiro mundo que os impede de pedir a prisão desses facínoras?

Ou a droga - pra não dizer "merda" - daquele Tribunal Internacional de Haia é só para punir quem contraria os interesses das grandes potências?

 

*Valter Xéu é jornalista e editor dos portais Pátria Latina e Irã News

 


Loading. Please wait...

Fotos popular