Pravda.ru

Mundo

Irã recusa alegações de Israel na ONU

25.02.2012
 

Irã recusa alegações de Israel na ONU. 16506.jpegNações Unidas, (Prensa Latina) Irã reclamou hoje ao Conselho de Segurança que atue para frear a Israel em suas ações ilegais, assassinatos encobertos, ameaças de utilizar a força e políticas e práticas terroristas contra outros povos.

O reclamo foi feito pelo embaixador iraniano ante a ONU, Mohammad Khazaee, em uma carta que recusa alegações de Tel Aviv sobre uma suposta participação do Irã em recentes ataques contra objetivos israelenses em Tailândia, Índia, Geórgia e Azerbaijão.

A missiva recorda que Teerã tem sido claro em sua condenação aos atos de terrorismo em todas suas formas e manifestações e onde queira e por quem queira sejam cometidos.

Assim, faz referência ao assassinato de cientistas nucleares iranianos por parte de grupos e elementos terroristas respaldados pelo regime israelense, aos quais brinda treinamento, facilidades e logística.

A carta, dirigida ao secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, e ao Conselho de Segurança, acusa a Tel Aviv de desenvolver contra Irã uma extensa gama de operações encobertas e de guerra cibernética e psicológica e de ameaçar com um golpe militar.

O governo da República Islâmica do Irã reitera que não deve ter dúbia moral no confronto contra o terrorismo, aponta o texto distribuído na sede de Nações Unidas.

Agrega que "se o regime israelense tivesse sido responsabilizado pelos crimes que tem perpetrado na história de sua curta existência, incluída a ocupação dos territórios de outros povos, não seríamos hoje testemunhas de suas atrocidades".

E aponta que esses crimes requerem uma clara e resolvida resposta de Nações Unidas, em particular do Conselho de Segurança.

http://www.iranews.com.br/noticias.php?codnoticia=7592


Loading. Please wait...

Fotos popular