Pravda.ru

Mundo

Ministra da Defesa do Equador morreu no acidente

25.01.2007
 
Ministra da Defesa do Equador morreu no acidente

Guadalupe Larriva, a ministra da Defesa do Equador, morreu nesta quarta-feira em um acidente envolvendo dois helicópteros militares. Os dois helicópteros colidiram por volta das 21h (meia-noite pelo horário de Brasília) perto de uma base próxima à cidade de Manta, na costa do Pacífico, informa EFE.

 A causa do choque pode ter sido uma manobra errada entre dois helicópteros segundo comentou o vice-presidente equatoriano, Lenin Moreno, citando fontes militares. Aparentemente houve "uma manobra errada", o que fez um helicóptero bater em outro, disse Moreno, citando um relatório do comandante geral da Força Aérea Equatoriana (FAE), Jorge Fernando Gabela.

Segundo o relatório, um dos helicópteros levava a ministra com dois tripulantes. No outro estava a sua filha, Claudia Avila, com outros oficiais. Segundo fontes militares os sete corpos foram recuperados entre os restos dos helicópteros às 22h30 de quarta-feira.

Moreno informou que o presidente, Rafael Correa, já chegou ao local do acidente e "está profundamente consternado e triste".

Moreno anunciou a criação de uma comissão para investigar o caso e determinar as causas . Nesta quinta-feira, em Quito, haverá uma cerimônia fúnebre com honras militares em memória da ministra. Depois, seu corpo será levado a Cuenca, sua cidade natal.

Larriva havia tomado posse no último dia 15 e era a primeira mulher a comandar o Ministério da Defesa do Equador.


Loading. Please wait...

Fotos popular