Pravda.ru

Mundo

Chipre: vitória comunista

24.05.2006
 
Chipre: vitória comunista

Os comunistas do AKEL, que participam no governo deste país da União Europeia, mantiveram-se como o partido mais votado nas eleições legislativas do passado domingo.

O AKEL obteve 31,1% dos votos, o que representou uma descida face aos 34,7% recebidos nas anteriores eleições, em 2001. Elegeu 18 deputados (menos 2) do total de 56 que compõem o parlamento cipriota.

O partido de direita DIDY, na oposição, manteve o segundo lugar, descendo de 34% para 30,3%, e elegendo 18 deputados (menos um).

O partido centrista DIKO, do actual presidente do Chipre, Tassos Papadopoulos, e parceiro de coligação do AKEL no governo, subiu de 14,8% para 17,9% dos votos, e elegeu mais um deputado, passando de nove para dez.

Os sociais-democratas do KISOS, que também integram o governo, cresceram de 6,5% para 8,9% dos votos, e elegeram também mais um deputado, passando de quatro para cinco.

Os centristas europeístas do EK, que apoiam a coligação governamental, aumentaram a sua votação de 5,2% para 5,8% e duplicaram o seu grupo parlamentar, agora com 4 deputados.

Os ecologistas KOP mantiveram a sua percentagem eleitoral, 2,0% e o seu único mandato no parlamento.

A taxa de abstenção subiu ligeiramente de 8,2% para 11%.

A actual coligação governamental manteve assim uma sólida maioria.

Pelo que é provável que o secretário-geral do AKEL, Dimitris Christofias, se venha a manter nas funções de presidente do parlamento, que desempenha desde 2001.

Foto: Dimitris Christofias, líder do AKEL e presidente do Parlamento.

Luís de CARVALHO

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular