Pravda.ru

Mundo

Caças sauditas bombardeiam festa de casamento no Iémen

24.04.2018
 
Caças sauditas bombardeiam festa de casamento no Iémen. 28647.jpeg

Caças sauditas bombardeiam festa de casamento no Iémen

Um casamento em Al-Raqqah foi um alvo para a aviação saudita. Há dezenas de vítimas registadas. Numa entrevista, o líder da diplomacia iraniana defendeu que a solução para o conflito é política.

De acordo com a agência Saba, que refere fontes médicas, a agressão saudita, perpetrada ontem à noite na aldeia de Al-Raqqah, na província de Hajjah (Noroeste do Iémen), provocou a morte a 33 civis e deixou feridos 55.

A mesma fonte indicou que 46 dos feridos foram levados para o Hospital Republicano, em Hajjah, capital da província homónima. Em virtude do grande afluxo de pacientes, o centro hospitalar declarou o estado de emergência e pediu às pessoas que dessem sangue.

Nos três anos da intensa campanha militar que a Arábia Saudita, apoiada pelos EUA e o Reino Unido, lidera contra o seu vizinho do sul na Península Arábica, não é primeira vez que vêm a público notícias de massacres contra a população civil cometidos pelos seus caças.

A guerra de agressão já provocou mais de 10 mil mortos no Iémen, destruiu uma parte significativa das suas infra-estruturas e está na origem de uma situação humanitária que as Nações Unidas classificam como «catastrófica».

No entanto, os sauditas não conseguiram atingir as metas que declararam querer alcançar: esmagar a resistência do movimento popular Ansarullah e recolocar no poder o antigo presidente Abd Rabbuh Mansur Hadi, aliado de Riade.

Sauditas vão fracassar, solução é política

Numa entrevista concedida ao portal norte-americano Al-Monitor, o ministro iraniano dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, defendeu que a Arábia Saudita vai falhar no Iémen tal como falhou na Síria, apesar do «belo equipamento militar que compra aos Estados Unidos» e a outras potências ocidentais.

Para o chefe da diplomacia iraniana, é um erro prosseguir com a política de agressão militar, em vez de avançar para as negociações. «Parece-me que os sauditas mantêm no Iémen a mesma ilusão que tinham na Síria, a de que podem alcançar uma vitória militar», disse, acrescentando que «a guerra se arrastou por isso».

Para Mohammad Javad Zarif, a solução para este conflito é política e, «quanto mais cedo os sauditas perceberem isso, mais cedo podemos sair deste pesadelo no Iémen», salientou.

https://www.abrilabril.pt/internacional/cacas-sauditas-bombardeiam-festa-de-casamento-no-iemen

 


Loading. Please wait...

Fotos popular