Pravda.ru

Mundo

Europa critica EUA por execução realizada no Texas

23.08.2007
 
Europa critica EUA por execução realizada no Texas
René van der Linden, o presidente da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, criticou hoje a última execução realizada no Texas (EUA), considerando que a pena capital «não é um castigo justo e legítimo».

Após quase oito anos no corredor da morte, Johnny Ray Conner, de 32 anos, foi executado hoje com uma injecção letal por matar a tiro a proprietária de uma loja em Houston, em 1998.

Transformou-se no réu número 400 a ter a pena de morte executada desde que esta sanção penal foi restabelecida no Texas, em 1982.

«Esta execução marca uma nova etapa macabra na história do Estado» norte-americano, disse Van der Linden, para quem «matar um condenado não será jamais sinónimo de justiça».

Para o representante europeu, a pena de morte deve ser abolida em todos os países que desejem respeitar a democracia e o Estado de direito.


Loading. Please wait...

Fotos popular