Pravda.ru

Mundo

Irã pode parar enriquecer urânio

23.06.2006
 
Irã pode parar enriquecer urânio

A posição do Irã sobre seu programa de enriquecimento de urânio foi manifestada esta quinta-feira, em Viena, na Áustria, por Javad Vaeedi, vice-presidente do Conselho de Segurança Nacional iraniano e da equipa de negociadores da questão nuclear.

Em discurso a uma entidade política conservadora de Viena, onde funciona a sede da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão da ONU) ele disse que o Irã pode parar de enriquecer urânio "na melhor das hipóteses" apenas como resultado de negociações com as potências mundiais, mas não como precondição para essas negociações.


Vaeedi sublinhou que o Teerão vai demorar o tempo que for preciso para responder à proposta feita por várias potências mundiais, a fim de “ maximizar as chances de sucesso desta proposta”.


Vaeedi afirmou que sob nenhuma circunstância o Irã renunciará ao seu "direito legítimo" a um programa civil de energia nuclear, como prevê o Tratado de Não-Proliferação. Teerã garante que o programa é pacífico.

Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha deram até meados de julho para que o Irã responda ao pacote de incentivos e ameaças para suspender o enriquecimento. O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, anunciou que o prazo para a resposta é 22 de agosto.


Vaeedi disse que o Irã não pode ter pressa. "Os países da União Européia sabem que essa oferta deve ser considerada por diferentes elementos do Irã com diferentes pontos de vista. Esse cuidadoso estudo significa que estamos maximizando as chances de sucesso da proposta."



Loading. Please wait...

Fotos popular