Pravda.ru

Mundo

Senado americano apoiou a imigração

23.05.2007
 
Senado americano apoiou a imigração

O Senado americano conteve ontem (22) um ataque à reforma da imigração ao derrotar uma moção dos democratas de estados agrícolas. Além disso, o Senado manteve no projeto da nova lei de imigração uma cláusula que permitirá a entrada de até 600,000 trabalhadores estrangeiros por ano nos Estados Unidos.

A votação foi a primeira grande prova para a coalizão bipartidária que fez a redação da nova lei e se esforça para evitar que o acordo precário desmorone. O projeto permitirá que trabalhadores estrangeiros ingressem nos Estados Unidos com vistos temporários de dois anos. Os trabalhadores poderão ficar nos EUA por três períodos consecutivos de dois anos, contanto que deixem os EUA por um ano durante cada período.

O plano tem sido criticado por muitos sindicatos americanos. Eles afirmam que o projeto manterá baixos os salários de trabalhadores pouco qualificados e irá gerar uma classe de trabalhadores estrangeiros vítimas de abusos. Os trabalhos são de jardinaria, em frigoríficos e nas colheitas na agricultura, entre outros serviços braçais.

"É uma fantasia acreditar que esses são trabalhos que os estadunidenses não querem mais fazer," disse o senador democrata Byron Dorgan, que fez a proposta derrotada hoje para eliminar os vistos temporários. "É um fato que a maioria desses postos de trabalho ainda são ocupados por americanos.

A razão principal é que as corporações querem reduzir os salários," disse. A reforma da lei de imigração pretende legalizar quase todos os 12 milhões de imigrantes clandestinos que residem hoje nos EUA, a maioria dos quais é de hispano-americanos.

 Fonte : Globo


Loading. Please wait...

Fotos popular