Pravda.ru

Mundo

Como eles se tornaram multimilionários

22.05.2007
 
Pages: 12345

O período de maior declínio do nível de vida na América Latina e na Rússia coincide com o desmantelamento das economias nacional-populistas e comunistas. Entre 1980 e 2004, na América Latina, mais precisamente, no Brasil, na Argentina e no México, o crescimento per-capita estagnou entre zero e um por cento. A Rússia sofreu uma diminuição de 50% do seu PIB entre 1990 e 1996, e o nível de vida caiu cerca de 80% para todos, com a excepção dos predadores e do seu séquito de gangsters.

A riqueza que se verifica recentemente (entre 2003 e 2007), quando ocorre, está mais relacionada com o extraordinário aumento dos preços internacionais (de recursos energéticos, metais e agro-exportações) do que com qualquer desenvolvimento positivo decorrente das economias dominadas pelos multimilionários. O aumento de multimilionários dificilmente representará uma "prosperidade geral" como afirmam os editores da revista Forbes. De facto é o produto da apropriação ilegal de lucrativos recursos públicos, construídos com o trabalho e a luta de milhões de trabalhadores, na Rússia e na China, sob o comunismo, e na América Latina durante governos populista-nacionalistas e democrático-socialistas. Muitos multimilionários têm herdado a riqueza e utilizado a suas relações políticas para expandir e estender os seus impérios, o que na realidade terá pouco a ver com "habilidades empresariais".

A fúria e a hostilidade dos multimilionários e da Casa Branca para com o presidente Hugo Chavez da Venezuela devem-se precisamente ao facto de ele está a inverter as políticas que criam multimilionários e pobreza generalizada: Está a renacionalizar os recursos energéticos e as empresas públicas sectoriais, e a expropriar algumas das imensas propriedades dos latifundiários. Chavez está não só a desafiar a hegemonia dos EUA na América Latina como também a comprometer todo o edifício PDD que constrói os impérios económicos dos multimilionários na América Latina, na Rússia, na China e por toda a parte.

O livro mais recente livro de James Petras é The Power of Israel in the United States

(a encomenda através deste link permite que resistir.info receba uma pequena comissão).

O original encontra-se em http://www.counterpunch.org/petras03212007.html .

Tradução de MJS.

Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .

05/Abr/07

Pages: 12345

Loading. Please wait...

Fotos popular