Pravda.ru

Mundo

Morreu “pai de todos os turcumenos” Saparmurat Niyazov

21.12.2006
 
Morreu “pai de todos os turcumenos” Saparmurat Niyazov

O presidente do Turcomenistão, proclamado “pai de todos os turcumenos”, Saparmurat Niazov, morreu nesta quinta-feira pela manhã, aos 66 anos, afirmaram fontes governamentais, informa Reuters. A causa de morte segundo a fonte foi " a  parada cardíaca súbita ". 

"A desgraça ocorreu logo pela manhã. Estamos todos sob choque", explicou um alto responsável do governo. "Hoje, de forma inesperada, o presidente turcomeno morreu", acrescentou outro membro.

Saparmurat Niyasov nasceu em 19 de feverero de 1940 em Ashkhabad. Desde oito anos é um orfão. Em 1967 terminou o Instituto Politécnico de Leningrado , recebendo especialidade de engenheiro energético. Em 1962 ingressou no Partido Comunista da União Soviética ao iniciar a sua carreira partidária.

 Ocupou vários cargos na área partidária até o cargo mais alto da República Soviética de Turcomenistão - o Primeiro Secretário do PCUS. Desde 1990 é o presidente do Turcomenistão.  Governou o Turcomenistão com mão de ferro. Em 1999, foi proclamado presidente vitalício.

 A oposição era apresentada por uma dúzia de pessoas e nada mais. Mas muitos lhe atribuem o mérito de ter criado  o sistema  da segurança social e ter lutado contra o fundamentalismo islâmico. No mesmo tempo centenas de milhares de russos nos anos da sua governação fugiram do país.

Uma das características de seu governo era o culto à sua personalidade: boa parte das cidades do país possui escolas, estradas e monumentos com o nome e a imagem de Niyazov.

Na escola, entre as leituras obrigatórias para as crianças estão antologias com obras escritas pelo presidente. Um conselho do Livro do Presidente do Turquemenistão (Ruhnamá) dá direito a entrar no Paraíso.

Ele deu um conselho aos jovens do seu país, garantindo-lhe que, se lerem o seu novo livro de regras morais e orientação espiritual três vezes, terão garantido um lugar no Paraíso.


Loading. Please wait...

Fotos popular