Pravda.ru

Mundo

Celso Amorim comenta o discurso de Hugo Chávez

21.09.2006
 
Celso Amorim comenta o discurso de Hugo Chávez

 O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chamou o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, de "diabo" e lançou um forte ataque ao governo americano em discurso nesta quarta-feira, na 61ª Assembléia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York.


"O diabo veio aqui ontem. Ainda cheira a enxofre hoje", afirmou, referindo-se ao fato de Bush ter discursado no mesmo local na terça-feira.

Chávez recomendou a leitura do lingüista esquerdista americano Noam Chomsky, conhecido por fazer duras críticas ao governo dos Estados Unidos, e disse que o presidente Bush pomove "uma falsa democracia da elite" e uma "democracia de bombas".

"Ele veio aqui falando como se fosse dono do mundo", afirmou Chávez.
O governo americano preferiu não comentar as declarações do presidente venezuelano.
"Não é digno de resposta", disse o porta-voz de segurança nacional dos Estados Unidos, Frederick Jones, segundo a agência de notícias France Presse.

O porta-voz do Departamento de Estado americano, Tom Casey, disse que está desapontado ao ver um chefe de Estado falar dessa forma.


 O chanceler brasileiro, Celso Amorim, comentou hoje  as declaraões de Chávez  em Nova York .

O chanceler brasileiro recusou-se a comentar especificamente o pronunciamento de Chávez, mas acrescentou que tanto o presidente Lula quanto ele próprio têm sugerido para o governo venezuelano “moderar o discurso” em relação aos Estado Unidos.

“O Brasil é amigo da Venezuela e é também amigo dos Estados Unidos”, afirmou, acrescentando que existem “cicatrizes de ambos os lados.


Com BBC Brasil


Loading. Please wait...

Fotos popular