Pravda.ru

Mundo

Ahmadinejad: Armas nucleares ameaçam o mundo

20.04.2010
 
Ahmadinejad: Armas nucleares ameaçam o mundo

O Presidente da República Islâmica do Irão, Dr. Mahmoud Ahmadinejad, declarou neste domingo em uma reunião com o ministro indonésio dos Negócios Estrangeiros em Teerão, que as armas nucleares colocam uma ameaça à segurança da comunidade internacional. Ao invés de tentar desenvolver essas armas, a República Islâmica do Irã está a favor de um mundo livre de armas nucleares.


Descrevendo seu país como sendo um membro do grupo que faz campanha contra o desenvolvimento de armas nucleares, Mahmoud Ahmadinejad declarou que alguns países têm outras agendas, como "a proliferação e o desenvolvimento de bombas nucleares". Para combater isso, afirmou, "requer uma cooperação coletiva entre os dois lados para o desmantelamento de armas nucleares" no mundo inteiro.


A República Islâmica do Irã está ampliando a sua busca, continuou ele, para formar uma nova ordem mundial baseada na paz e cooperação, assumindo uma posição contra a proliferação nuclear e em prol de promover a colaboração internacional.


Para o presidente do Irã, os países emergentes devem ter uma posição firme contra os interesses hegemônicos dos que desejam controlar os recursos do mundo: "Se países como o Irão e da Indonésia não desempenham um papel activo no desenvolvimento global", afirmou, " esses sistemas que favoreçam hegemônica tomarão cada vez mais a iniciativa".


Ele alegou que Irã e Indonésia devem desempenhar um papel mais ativo na Ásia e no desenvolvimento global.


Em resposta, o ministro dos Negócios Estrangeiros indonésio, Marty Natalegawa, afirmou que a Conferência de Teerã foi "muito significativa e promissora", apelando para o desmantelamento de todas as armas nucleares.


O outro lado da moeda
Esta notícia vem da República Islâmica do Irão, sendo a fonte a Agência de Notícias da República Islâmica e como previsível, ela está longe de ser visivel na imprensa internacional, que gosta de retratar a RI Irã como um estado pária tentando desenvolver armas nucleares para uso contra Israel (que se senta em até 200 ogivas nucleares no deserto de Negev), os Estados Unidos e seus aliados.


Ora aqui temos o outro lado da moeda, não só o Presidente Ahmadinejad apelando para a paz, mas mais importante, convidando aqueles que possuem armas nucleares a desmantelar os seus arsenais.


Porque é que a comunidade internacional continuar a trabalhar com dois conjuntos de pesos e medidas, fazer vista grossa para os massacres de Israel e os abusos de direitos humanos cometidos quase diariamente, para os actos de terrorismo cometidos por suas forças de segurança e para seu arsenal nuclear, uma espécie de verdade não dita que todos concordaram que não mencionar? E a república Islâmica do Irã não pode nem sequer ter centrais nucleares para a produção de energia para aquecer e iluminar os lares dos seus cidadãos?


Timothy BANCROFT-HINCHEY
PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular