Pravda.ru

Mundo

Assange Prestou um Grande Serviço Público: Entrevista com Peter Tatchell

19.12.2018
 
Assange Prestou um Grande Serviço Público: Entrevista com Peter Tatchell. 30096.jpeg

Assange Prestou um Grande Serviço Público: Entrevista com Peter Tatchell

O fundador de WikiLeaks "é um herói, não um criminoso", diz o ativista de direitos humanos britânico Peter Tatchell, para quem Julian Assange nunca deveria ser julgado: "O governo dos EUA e suas Forças Armadas devem ser julgados".

Segundo Tatchell, o do julgamento do jornalista australiano nos EUA prejudicaria a liberdade de informação, "princípios importantes dos direitos humanos".

De Londres, onde reside, Tatchell questiona por que os jornais The Guardian e The New York Times, que publicaram as revelações de Assange, não são igualmente acusados pelo regime de Washington. "A minimização de uma mídia vigilante e investigativa, enfraquece um importante controle e equilíbrio da elite de Washington", afirma o fundador da Fundação Peter Tatchell.

Abaixo, a entrevista completa com Peter Tatchell sobre a iminente extradição de Assange aos Estados Unidos.

Edu Montesanti: Acusado de espionagem, o julgamento de Julian Assange em um tribunal nos Estados Unidos é iminente. O fundador do WikiLeaks é considerado por aqueles que o acusam, atolados em um lamaçal de ilegalidade, "ameaça" à segurança nacional dos Estados Unidos e de "minar" seus processos democráticos. 

Qual sua visão disso, Peter?


Peter Tatchell: Sabemos que um grande júri secreto foi convocado anos atrás após as revelações de WikiLeaks, que destacaram os crimes de guerra dos Estados Unidos, e as mentiras e os encobrimentos do seu governo. A intenção é acusar Assange de sérios crimes que, provavelmente, resultarão em sua prisão por 30 anos.

Funcionários da administração de Trump admitiram que processar Assange é uma prioridade legal importante. Eles estão loucos para pegá-lo.

A verdade é que Assange prestou um grande serviço público, revelando os abusos dos direitos humanos dos EUA no Iraque e no Afeganistão. Ele é um herói, não um criminoso.

 
O que a condenação de Assange significaria ao jornalismo e à liberdade de expressão, e ainda para a luta contra o imperialismo e a corrupção? Aliás, Peter, não se trata de amarga ironia que os mesmos que cometem os piores crimes em todo o mundo, inclusive contra a humanidade sem ser responsabilizado por nada disso, trompeteiem aplicação da lei no caso de Assange, denunciante desses crimes? 

Os Estados Unidos espionam o mundo inteiro, procurando condenar Assange agora por ter provado exatamente o que Washington, sem nenhuma evidência, histericamente acusa o Kremlin, por exemplo...

 
Assange publicou revelações do denunciante Chelsea Manning. O mesmo aconteceu com o jornal The Guardian em Londres e The New York Times. Por que Assange é escolhido para ser processado, mas não os dois jornais?

Liberdade de informação e liberdade de imprensa são importantes princípios de direitos humanos, minados pelo plano de colocar Assange em julgamento nos EUA, e prendê-lo por décadas.

O governo e os militares dos EUA devem ser julgados, não Assange.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular