Pravda.ru

Mundo

Bem-vindo, amigo!

19.01.2009
 
Bem-vindo, amigo!

Bem-vindo, Presidente Obama. Bem-vindo, amigo! Esta saudação cordial expressa a alegria e o alívio de milhares de milhões de cidadãos do nosso mundo, depois do seu antecessor e seu regime terem manchado a imagem dos Estados Unidos da América, insultando seus fundadores e tornando Washington sinônimo, nos corações e mentes da comunidade internacional, de tortura, prisão ilegal, desrespeito pelo devido processo legal, violação flagrante da lei, escárnio para seus parceiros, insolência, prepotência, assédio moral, ... em suma um ABC mais digno de um pária que um farol de liberdade e democracia.

Bem-vindo, Presidente Obama. Bem-vindo, amigo! Para começar, lembre-se de que foi eleito Presidente dos E.U.A., para governar o seu país, e não o mundo. Nós não o elegemos e não queremos que seus valores sejam impostos sobre nós. Depois de Guantánamo, não queremos sua liberdade. Depois de Abu Ghraib, não queremos a sua democracia. Após o apoio ao Israel, dos múltiplos massacres sionistas, e depois de Washington sorrir quando Telavive respondeu ao assassinato de civis com a frase "não deveriam ter estado lá", não queremos as suas opiniões sobre a forma como a comunidade internacional deve funcionar.

Bem-vindo, Presidente Obama. Bem-vindo, amigo! Nós não queremos a arrogância, não queremos a chantagem, não queremos o chauvinismo que dirigiu seu país nos últimos oito anos. O que queremos, e esperamos, é que a sua administração limpe a bagunça que seu país tem feito, porque para onde quer que você olhe, os focos de discórdia foram provocados pelos Estados Unidos da América, e mais ninguém. É o que acontece quando se mete onde não foi chamado.

Bem-vindo, Presidente Obama. Bem-vindo, amigo! Podemos sugerir que você comece por honrar a sua promessa de encerrar aquela porta do inferno, Guantánamo, um sinal de desrespeito pela lei e prova de que o coração e a mente de Washington foram, efectivamente, talhados usando a pura maldade como modelo. Podemos sugerir que faça a coisa certa, admitindo que o Iraque foi um erro, se retire, e pagar reparações para as vidas humanas e danos à propriedade causados pelo seu país.

Sugerimos que o seu país adopte uma abordagem equilibrada e justa para o Médio Oriente, onde Israel se sente em 100 mísseis nucleares e onde o Irão nem sequer pode ter uma central para fins pacíficos. Sugerimos que o seu aliado Israel cumpra o direito internacional, retirando-se para as fronteiras estabelecidas pela ONU: Sem ocupação, sem problema.

Lembremos que o Hamas foi democraticamente eleito e é tanto interveniente quanto qualquer outro na região. Lembremo-nos que seu aliado Geórgia recentemente atacou Ossetia do Sul e chacinou quase 2.000 civis num ato chocante e covarde de barbárie e podemos atrair sua atenção ao fato de que seus antecessores rosnaram, no meio da sua humilhação (sim, os soldados dos E.U.A. estavam presentes entre a força de ataque da Geórgia) que era a culpa da Rússia.

Lembremos que os barões atrás do seus lobbies de energia têm um único objetivo: isolar os recursos da Rússia e estrangulá-la com o desenvolvimento de rotas de fontes alternativas. É uma posição amigável?

Podemos lembrá-lo que o problema em Afeganistão foi criado pelos EUA que ajudaram o movimento dos Mujaheddin, que morfaram nos Talebaan e seu reembolso foi 9/11. O governo social progressivo nesse país tinha levado seu povo a novos limiares de oportunidade, tudo destruído pelas mãos hábeis dos senhores Cheney e Rumsfeld e companhia, lá nos anos 80.

Lembremo-nos finalmente que há 47 milhões de norte-americanos que vivem sem um plano de saúde, de que vocês são a única nação industrializada sem um sistema universal de cuidados de saúde. Talvez seria um bom lugar para começar, em casa, onde você foi eleito. E então o Sr. Presidente, se você limpasse amavelmente a confusão que seu país criou, seria hora para que nós comecemos a escutar-lhe outra vez.

Para já, os meus votos são bem-vindo, Presidente Obama. Bem-vindo, amigo!

Timothy BANCROFT-HINCHEY

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular