Pravda.ru

Mundo

Biliões de ratos ameaçam China

18.07.2007
 
Biliões de ratos ameaçam China

Em conseqüência de uma estação anormalmente severa de inundações, mais de dois biliões de ratos destroem colheitas em 22 municípios na República Popular da China. A invasão começou no dia 23 de junho quando o Rio de Yangtze inundou, aumentando o nível de água em China central no Lago de Dongting.

Os buracos dos ratos ficaram inundados, causando os roedores a abrirem fendas nos diques e invadirem os campos, comendo as colheitas e posando um risco para a saúde com proporções de crise aos seres humanos.

Os ratos freqüentemente transportam vírus e bactérias que causam doenças em seres humanos. Estas patogenias podem ser transmitidas às pessoas por várias maneiras. A maneira mais freqüente é pela mordida de uma pulga num roedor infectado porque estes procurarão outro anfitrião depois que o roedor morre. Portanto, as pulgas necessitarão ser controladas como primeiro passo.

As doenças também podem ser transmitidas por contato direto com ratos, sua urina, fezes ou material dos ninhos, que pode ocasionar uma epidemia de tifo. Antes das descobertas da medicina moderna, surtos de peste freqüentemente ocorreram em conseqüência de infestações de roedores. Normalmente é recomendado reduzir a alimentação e água disponível, retirando frutos caídos, mas as condições atuais tornam isso praticamente impossível.

Paredes e valas foram construídas para conter os ratos, mas eles já estragaram os diques e colheitas nas áreas onde as autoridades tinham demorado na construção, de acordo com a Agência de Notícias chinesa, Xinhua. Na Província de Anhui, funcionários planejam inundar 75 aldeias em Fuyang para aliviar a pressão das águas do Rio Huai, já altamente poluído.

Os residentes locais já mataram mais que 2,3 milhões de ratos de campo, que é equivalente a cerca de 90 toneladas dos roedores. Alguns residentes usavam clubes e pás para matá-los, enquanto outros apanharam os ratos com as suas redes de pesca.

O jornal Diário do Povo informa das 101 mortes relacionadas com as inundações em seis províncias este verão. A crise deve piorar, como mais inundações previstas para a parte superior do Rio Yangtze e Lago de Dongting.

Lisa KARPOVA

PRAVDA.Ru

EUA/CANADÁ


Loading. Please wait...

Fotos popular