Pravda.ru

Mundo

Grandes confrontos no Afeganistão. O contingente de Canadá fica até 2009.

18.05.2006
 
Grandes confrontos no Afeganistão. O contingente de Canadá fica

 O contingente militar de Canadá fica no Afeganistão até  feverero de 2009. Esta decisão foi aceitada pelo Parlamento de Canadá depois de debates de seis horas.  Os conservadores chefeados pelo premier-ministro Stephen Harper ganharam -nos .

O contingente instalado em Kandahar devia ser regressado para País  no feverero de 2007, mas o Presidente do Afeganistão Hamid Karzai enviou um pedido de prolongar a presença do contingente. Os debates prolongados foram provocados pela morte dum soldado canadiano no Afganistão na província  de Kandahar, uma das mais agitadas do país.

 

Grandes confrontos no Afeganistão. O contingente de Canadá fica
 O ministério afegão de Interior reafirmou que na quarta-feira registaram -se os confrontos entre alegados talibãs e forças conjuntas canadianas e do Exército nacional afegão  no distrito de Panjwayee, zona oeste da província de Kandahar,  no rezultado das quais  morreu um militar canadiano e 18 alegados talibãs. O Ministério  adiantou que em total na quarta-feira à noite em dois grandes confrontos nas províncias de Helmand e Kandahar morreram mais de 60 alegados talibãs, 13 polícias afegãos e um soldado canadiano.

 Segundo Lusa um grupo de "supostos inimigos" (terminologia utilizada no Afeganistão para referir talibãs ou membros da Al-Qaeda) concentrou-se no distrito de Musa Qala, província de Helmand, e, cerca das 16h30 (13h00 em Lisboa), lançou um ataque contra edifício principal da administração local.


"O confronto prolongou-se até às 2h00 de hoje, tendo morrido entre 35 e 40 inimigos, e ficado feridos um grande número deles", afirmou o porta-voz do Ministério do Interior, frisando que "também 13 polícias afegãos morreram e outros seis ficaram feridos".


Loading. Please wait...

Fotos popular