Pravda.ru

Mundo

Sudão: Rússia quer respeito pela União Africana

18.04.2006
 
Sudão: Rússia quer respeito pela União Africana

A Federação Russa se opõe à imposição de sanções contra quatro sudaneses por acções relacionadas com Darfur até que termine o prazo estipulado pela União Africana.

A Federação Russa e a República Popular da China insistem que o prazo limite estipulado pela União Africana, dia 30 de Abril, deveria ser respeitado antes da imposição de quaisquer sanções sobre o Sudão e cidadãos sudaneses pela ONU. Os UEA e o Reino Unido estão a favor das sanções.

A União Africana (UA) tem estado a ter negociações com todos os intervenientes no conflito em Darfur em Abuja, capital da Nigéria, e Moscovo e Beijing concordam que deve concluir o processo na data escolhida pela UA antes de quaisquer acções.

Os oficiais ameaçados com uma proibição de viajar e a retenção dos seus bens no estrangeiro são dois líderes rebeldes, um líder dum grupo de milícia pró-governo e um oficial do governo em Cartum.

Moscovo e Beijing entendem que a imposição de sanções antes que sejam exploradas todas as tentativas de paz e reconciliação entre as partes, só iria exacerbar uma situação já extremamente delicada.

Timofei BYELO

PRAVDA.Ru


Loading. Please wait...

Fotos popular