Pravda.ru

Mundo

Exército dos EUA no Iraque recebeu três primeiros robôs de combate

17.08.2007
 
Pages: 12

É lógico supor que as decisões sobre vida e morte sejam cada vez mais transferidas para as máquinas – assim que os engenheiros resolverem como solucionar o problema de distinguir entre aliados e inimigos. A primeira máquina provavelmente capaz de fazer essa distinção poderá ser colocada em funcionamento ainda esse ano ao longo dos 248 quilômetros da área desmilitarizada entre a Coréia do Sul e do Norte.

Samsung Techwin, uma firma de eletrônicos na Coréia do Sul, lidera o consórcio que desenvolve a máquina, um robô atirador negro. Equipado com câmeras de vídeo e ultrassom, o robô pode distinguir entre árvores e pessoas e, de acordo com Arkin, pode abrir fogo independentemente em qualquer um que cruzar a fronteira ilegalmente.

O Pentágono também quer dar mais liberdade aos robôs, argumentando que a única forma para aumentar a força dos soldados americanos é permitir que eles usem diversos sistemas automatizados ao mesmo tempo. Isso só é possível se se permitir que as máquinas possam tomar várias decisões independentemente. De acordo com um documento do Exército americano, tanto o “combate fatal e não-fatal” seriam possíveis como um comportamento autônomo.

Pages: 12

Loading. Please wait...

Fotos popular