Pravda.ru

Mundo

Exito da cúpula da OCS confirma frustrado o isolamento contra Rússia

16.09.2014
 
Exito da cúpula da OCS confirma frustrado o isolamento contra Rússia. 20867.jpeg

Dushanbé, (Prensa Latina) A cúpula de número 14 da Organização de Cooperação de Shanghai (OCS), qualificada de exitosa em sua clausura pelo presidente russo, Vladimir Putin, confirmou nesta semana que são frustradas as tentativas ocidentais de isolar a Rússia.

Enquanto a União Européia (UE) apresentava uma nova rodada de sanções contra setores centrais da economia russa, Putin recebia em Tayikistán a presidência da OSC até 2015 e anunciava um amplo programa com sede na Federação eurasiática.

"A Rússia acolherá a próxima reunião do Conselho da OCS em Ufá, república autônoma de Bashkiria, em julho de 2015, e até essa data planificamos realizar mais de 100 eventos econômicos e humanitários a diferentes níveis" assegurou o líder russo.

Sublinhou que durante o mandato de Moscou, se trabalhará com todos os sócios e colegas na preparação do rendimento de novos membros da OCS.

"Índia e Paquistão têm expressado a vontade de se unirem à organização" recordou o estadista.

Comentou o chefe do Kremlin que durante os dois dias da reunião sustentou encontros cara a cara com seus pares, incluindo a reunião com o presidente chinês, Xi Jinping.

Temos um grande volume de acordos bilaterais com cada um desses países, explicou.

Durante a reunião, de formato reduzido, abordamos também alguns temas da atualidade internacional, incluída a situação na Ucrânia, tema sobre o qual os líderes da OCS expressaram uma posição comum, segundo o chefe do Kremlim.

Putin explicou que com seus colegas debateu as diversas ameaças internacionais que requerem atenção, tais como a situação no Afeganistão, na África do Norte e outras partes do mundo.

A segurança regional é uma prioridade constante da OCS, e em tal sentido Rússia propôs incrementar as possibilidades de luta conjunta contra o terrorismo, o extremismo e o tráfico de drogas produzidas na zona.

Documentos fundacionais da OCS declaram que as manobras conjuntas de suas tropas não implicam a criação de uma aliança político-militar, mas entre seus princípios realça a inadmissibilidade de atos ilícitos contra os interesses dos países participantes.

Corresponderá à Federação eurasiática apresentar na reunião de Chefes de Estado do Conselho, programada para 2015 em Ufá, a estratégia da OCS para 2025. Segundo a chancelaria russa, o texto procurará dar um novo impulso à cooperação dentro da OCS e sua ampliação para estruturas multilaterais como a ONU e seus organismos especializados, e igualmente prevê estabelecer relações com a União Econômica Eurasiática.

Moscou projeta, assim mesmo, esforços para a adoção mais generalizada de pagamentos recíprocos em moedas nacionais, frente a contínua instabilidade da economia mundial e o risco de recorrência da crise, segundo o chanceler russo, Serguei Lavrov.

No campo econômico, também se prevêem projetos multilaterais na região asiática de impacto trasnacional no transporte, a energia, ciência e tecnologia, agricultura e o uso pacífico do cosmos, todos sobre a base da inovação, segundo se informou.

Tais ações também se mostram como outra opção frente às tentativas ocidentais de afogar mediante sanções a economia de uma Rússia defensora de um mundo multipolar.

 

http://www.iranews.com.br/noticia/12645/exito-da-cupula-da-ocs-confirma-frustrado-o-isolamento-contra-russia

 


Loading. Please wait...

Fotos popular