Pravda.ru

Mundo

Síria e Oriente Médio no centro das conversas de Putin e Netanyahu

16.05.2013
 
Síria e Oriente Médio no centro das conversas de Putin e Netanyahu. 18221.jpeg

Moscou, (Prensa Latina) O conflito armado na Síria e as tensões na fronteira turco-síria estarão hoje no centro das conversas entre o presidente russo Vladimir Putin e o premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, com os recentes ataques sionistas à Síria como pano de fundo.

A situação na Síria será um dos focos de atenção das conversas, devido à preocupação da Rússia frente à escalada de deterioração da situação síria, adiantou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Segundo o funcionário público, o tema é muito atual dado o contexto da visita do premiê israelense, e serão conversas sérias, adiantou Peskov.

Paralelamente, Putin analisará com Netanyahu uma série de aspectos relacionados fundamentalmente à cooperação bilateral na esfera energética e de turismo. O encontro será na residência presidencial em Sochi, na costa do mar Negro.

Especialistas citados pela imprensa russa não esperam grandes declarações ou decisões dessas conversas, sobretudo na questão síria. Entre os assuntos é esperado que as partes conversem sobre a proposta de outra conferência internacional sobre a crise síria, como a medida possível mais atual neste momento.

Para o especialista em estudos orientais, Boris Dolgov, é de interesse de Israel apoiar essa conferência, e considerou que será bem-sucedida só se suspender a ajuda em armas "de nossos sócios ocidentais" aos grupos terroristas, informou a agência Ria Novosti.

Quanto aos sistemas antiaéreos S-300 que a Rússia vende à Síria, Dolgov opinou que isso não deve preocupar Tel-Aviv, pois são sistemas que servem para a Síria se defender, insistiu.

Recentemente circularam versões de imprensa sobre supostas pressões que Israel exerceria para impedir a venda a Damasco dos complexos S-300.

O chanceler Serguei Lavrov explicou que seu governo não planeja fornecer mais armamentos, aparte das vendas já estabelecidas nos contratos.

A Rússia, afirmou Lavrov, cumpre com as entregas acordadas há tempo, e são armas de defensa.

No começo de maio, Israel realizou outro ataque contra um centro de pesquisa militar nos arredores de Damasco, considerado uma nova agressão à soberania síria e um ato de provocação, que tende a agravar a situação em torno da nação árabe.

 

 

http://www.iranews.com.br/noticia/9953/siria-e-oriente-medio-no-centro-das-conversas-de-putin-e-netanyahu

 


Loading. Please wait...

Fotos popular