Pravda.ru

Mundo

Brasil, Irã: Experiências na área de previdência social

15.10.2013
 
Brasil, Irã: Experiências na área de previdência social. 18997.jpeg

Ministro Garibaldi Filho e ministro do Trabalho do Irã acertam trocas de experiências entre os dois países. Foto: Anderson Ueslei

Brasileiros e iranianos constituirão grupo de trabalho para trocar experiências e informações e desenvolver pesquisas na área da previdência social. Esse intercâmbio ficou acertado em reunião realizada em Brasília, na tarde desta quarta-feira (9), entre o ministro da Previdência Social do Brasil, Garibaldi Alves Filho, e o ministro do Trabalho e Assistência Social da República Islâmica do Irã, Ali Rabiei.

O embaixador do Irã no Brasil, Mohammad Ali Ghanezadeh Ezabadi - que integrou a delegação vinda de Teerã - vai indicar os representantes do seu país que participarão do grupo de trabalho que acertará, com a equipe brasileira, os detalhes e as datas nas quais serão realizadas as reuniões técnicas. Na reunião dessa quarta, realizada no Ministério da Previdência Social, os dois ministros falaram a respeito do sistema previdenciário do seu respectivo país.

O ministro anfitrião explicou que a Previdência Brasileira é estruturada em três sistemas: o regime geral, o destinado aos servidores públicos e a previdência complementar. Mensalmente, acrescentou Garibaldi Alves Filho, são pagos mais de 30 milhões de benefícios em todo o país. "A Previdência Social no Brasil hoje é responsável pela política de proteção social que tem conseguido fazer com que a população tenha confiança nos dias que virão", afirmou.

Por sua vez, o ministro Ali Rabiei informou que de uma população de mais de 75 milhões de iranianos, cerca de 10 milhões ainda não estão segurados pelo fundo de previdência do país. Ele disse ainda que a proporção entre os trabalhadores que contribuem para os que recebem benefício previdenciário é de seis para um. "O desenvolvimento do Irã não está tão acelerado em virtude de oito anos de guerra e de injustas sanções econômicas que só nos permitem exportar petróleo que gerem o total de divisas suficientes para adquirir alimentos para a população", comentou Ali Rabiei.

 


Loading. Please wait...

Fotos popular