Pravda.ru

Mundo

Embaixada do Irã no Brasil comemora o 35° aniversário da revolução Islâmica

15.02.2014
 
Embaixada do Irã no Brasil comemora o 35° aniversário da revolução Islâmica. 19797.jpeg

Embaixada do Irã no Brasil comemora o 35° aniversário da revolução Islâmica
 
Como marco das comemorações do 35° aniversário da revolução Islâmica, foi realizada nesta ultima quarta-feira (12), na Embaixada do Irã em Brasília, uma cerimônia em comemoração à data. O evento contou com a presença de inúmeras autoridades diplomáticas e políticas, além de inumeros simpatizantes da República Islâmica, onde puderam sentir de perto a cultura persa fortemente presente na arquetetura, decoração e gastrônomia.
 
Uma breve apresentação da Banda da Marinha deu início ao evento. Logo após, o embaixador do Irã no Brasil, Mohammad Ali Ghanezadeh, iniciou o seu discurso "Primeiramente, é uma grande honra ser anfitrião nesta noite, por ocasião das comemorações do trigésimo quinto aniversário da vitória da Revolução Islâmica. O povo iraniano em fevereiro de 1979, na busca pela independência, liberdade e Justiça, depois de anos de luta, com a liderança do Imam Khomeini, derrubou o regime ditatorial monárquico e estabeleceu a República Islâmica, atráves de sufrágio livre e decisivo."
 
Durante a sua fala, o embaixador citou de forma beve sobre a as eleiçõess no país, negociações nucleares, governo, relações políticas, econômicas e comercias. Como não poderia deixar de falar, por se tratar de uma evolução importante após a Revolucao Islâmica do Irã, Ghanezadeh citou as conversações entre Irã e EUA nestes últimos meses. "Pela primeira vez, os políticos de ambos os países conversaram para resolver divergências sobre a questão nuclear, trocar opinões e até mesmo tomar decisões".
 
No decorrer do discurso ainda falou sobre o desenvolvimento da America Latina no cenário político e econômico mundial e as relações do Irã com os países que a compõe, dando ênfase as relações centenárias com alguns deles, como no caso do Brasil. "Estamos determinados em intensificar essas relações. É evidente que o desenvolvimento das relações está em consonância com os interesses comuns e não está contra outros países", acrescenta.
 
Para finalizar, o embaixador Mohammad Ali Ghanezadeh enfatizou as relações bilaterais entre a República Islâmica do Irã e o Brasil, "considerando as potencialidades em ambos os países, segue seu rumo no novo governo. A presença do Ministro das Relações Exteriores do Brasil na cerimônia de posse do novo presidente Hassan Rohani e encontros bilaterais dos dois ministros em Teerã e em Nova York, indúbitamente, são sinais que os dois países terão interações mais siginficativas no futuro."
 
O que nos resta agora é esperar o decorrer dessa ligação e o crescimento cada vez maior dessa potência. Quem sabe assim os brasileiros e o mundo passam a ver o Irã como ele realmente é, e não como é "caricaturado" pela grande mídia ocidental.
 


Loading. Please wait...

Fotos popular